Crise no governo

21/6/2005
Alexandre de Macedo Marques

"O comentário do sr. Dinamarco sobre as mazelas éticas que afligem o Brasil não honra o seu professor de história nem o conhecimento de seu aluno. É evidente que a pena de degredo era freqüente em países que possuíam possessões ultramarinas, Espanha, França, Inglaterra e Portugal. Os "facínoras e as prostitutas" que, segundo o fero historiador Dinamarco, são responsáveis pelo falhas éticas do brasileiro moderno, não tinham o "talento" de tantos bandoleiros modernos. Que estranho poder teriam os degredados - muitas vezes penalizados por atos hoje banidos da tipificidade penal - para contaminarem alguns séculos depois os atuais facínoras patrícios, venais, ladrões, homicidas de origem italiana, espanhola, sírio-libanesa, chinesa, russa, portuguesa, etc.etc. Francamente! Acho que o grande mal deste país é a ignorância. Especialmente a que se apresenta com um verniz bacharelesco capaz de repetir, no melhor estilo lulista, "meias verdades e da quase lógica". Francamente..."

Envie sua Migalha