Eleições 2006

24/7/2006
Conrado de Paulo

"Texto divulgado pelo secretário de Relações Internacionais do PT, Valter Pomar, convoca os internautas a ocupar o espaço virtual para defender os projetos da administração federal, debater o programa de governo do próximo mandato e combater a 'guerra suja das acusações infundadas, caluniosas e criminosas que circulam com facilidade por este meio'. O PT pede aos eleitores de Lula que repassem as mensagens ofensivas para o site  lulapresidente.org.br e para o e-mail internet@pt.org.br, que farão o rastreamento. 'É claro que não é só a esquerda que sabe da importância da rede. Neste período eleitoral há uma explosão de mensagens e textos na internet com informações falsas, acusações infundadas e por vezes também criminosas, contra os candidatos do PT e, particularmente, contra a candidatura Lula. A campanha virtual com difamações é, na maioria das vezes, orquestrada e difundida por setores organizados da direita brasileira', diz Pomar, que se recusou ontem a comentar o texto e o projeto. Segundo Pomar afirma em seu artigo, as informações falsas e difamações difundidas contra os candidatos do PT precisam ser desconstruídas rapidamente: 'Os 'argumentos vacina' devem ser rápida e amplamente divulgados, antes que as ofensas e informações falsas se tornem, pela repetição, verdades por aqueles que as recebem. Há casos, inclusive, que devem ser encaminhados diretamente ao setor jurídico da campanha, para que medidas urgentes sejam tomadas indicando limites e inibindo a difusão de mentiras e ataques'. Integrantes de movimentos sociais que apóiam a candidatura de Lula começaram a traçar o calendário de manifestações de rua em favor da reeleição. Foram marcados sete grandes atos, cujas datas sugeridas ainda podem sofrer alteração, de acordo com a disponibilidade de Lula como candidato. O cronograma completo será fechado segunda-feira, mas já está certo que, dia 12, Lula estará em Salvador/BA, na Mobilização Nacional de Negros e Negras em Apoio à Reeleição. Uma semana depois, haverá uma plenária nacional dos sindicatos que apóiam Lula, possivelmente em São Paulo. No dia 23 de agosto o ato deverá reunir intelectuais, mas o local não foi decidido. Na semana seguinte, será a vez dos estudantes, em local também a escolher. Como perguntar não ofendei: 'É essa nossa democracia'?!"

Envie sua Migalha