quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Habeas corpus que mudaram a história

de 22/7/2018 a 28/7/2018

"Isso foi antigamente; hoje, com esse Estado policialesco-ministerial-jurisdicional (bastava um, pois três estão dando muita despesa ao Erário), a lei é o que menos vale, valendo muito mais o achismo, o humor e o querer (Migalhas 4.406 - 26/7/18 - "Habeas corpus que mudaram a história" - clique aqui). Ditadura como essa daqui, de soldado de polícia, promotor de província e juiz de paróquia, um prende, outro acusa e o terceiro julga, é dispendiosa: bastaria o soldado de polícia prender por antecipação (como se faz na cobrança do ICMS) para que seja mantida a paz social. O resto, MP e Judiciário seriam mandados para casa com vencimentos proporcionais. Afinal, a sociedade não precisa desses dois últimos."

Cláudio Pio de Sales Chaves - 26/7/2018

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram