sábado, 24 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Artigo - Um raro prazer

de 2/9/2018 a 8/9/2018

"Advogada há 50 anos, ri e me emocionei com o texto (Migalhas 4.434 - 4/9/18 - "Um raro prazer" - clique aqui). Já sofri as mesmas dores, pena que sem o belo resultado. Parabéns, dr. Fábio."

Edni de Andrade Arruda - 4/9/2018

"Dr. parabéns (Migalhas 4.434 - 4/9/18 - "Um raro prazer" - clique aqui)! Me identifiquei com sua garra e determinação, salientando que considero memoriais, despacho com ou sem 'cafézinho' e posterior sustentação oral, uma arma muito potente!"

Ana Maria Gonçalves P. e Oliveira - 4/9/2018

"Meus parabéns pela dura caminhada, quase uma odisseia (Migalhas 4.434 - 4/9/18 - "Um raro prazer" - clique aqui)."

Rogério de Camargo - 4/9/2018

"Caro dr. Hamilton, adorei sua história, realmente é um prazer muito grande quando conseguimos exercer a advocacia na sua plenitude em todas as instâncias e ao final, no último recurso, sermos vencedores em nossa tese (Migalhas 4.434 - 4/9/18 - "Um raro prazer" - clique aqui). Eu também já passei por isso e sei como é a angústia de se ter um recurso ao menos lido, e me deparei com desembargadores que com muita atenção a minha sustentação oral tive o privilégio de ouvir que ele teria alterado o seu voto para rever a improcedência de primeira instância devido as razões que ficaram muito bem expostas na sustentação. Não há dúvida que a sua história é de um guerreiro da advocacia. Seu cliente com certeza ficou feliz principalmente se for o caso de ter resguardado o seu patrimônio, porém vitória de sua bravura certamente lhe gerou um prazer impagável."

Roberto Padua Cosini - 5/9/2018

"Parabéns pela vitória e obrigada por compartilhá-la (Migalhas 4.434 - 4/9/18 - "Um raro prazer" - clique aqui)! Muito inspirador! Desistir jamais! Adorei o seu texto e seu estilo de escrita!"

Luciana de Almeida Santos Pereira - 5/9/2018

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram