quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Artigo - Difamação pós-impeachment

de 16/9/2018 a 22/9/2018

Matéria que pretende respaldar os abusos do Judiciário em nome de busca de suposta moralidade na política, omitindo os atos de desrespeito contra a advocacia, a legislação e a Constituição (Migalhas 4.445 - 20/9/18 - "Pós-impeachment" - clique aqui). De fato ninguém está acima da lei, ditado que serve para policiais, promotores, juízes, procuradores e desembargadores. Os advogados sofrem violações nas suas prerrogativas, e manifestações como esta deveriam defendê-las, mas não fazer loas aos que nos ofendem com nítido cunho político partidário.

Afonso Henriques Maimoni - 20/9/2018

Ao contrário do que diz o articulista, foi a Lava Jato, por imprudência ou dolo, que prejudicou as atividades econômicas e políticas no país, invocando o tal pretexto de combater a corrupção, ou combater a subversão, ou etc., como sempre se faz, transformando o país em um leproso internacional (Migalhas 4.445 - 20/9/18 - "Pós-impeachment" - clique aqui). Depois de 2015, só mesmo um desavisado ou um dos grandes corruptores internacionais iria se sujeitar a fazer negócios aqui, o resto é consequência do pecado original, inclusive essas eleições sem sentido, cujo desfecho parece ser trágico.

Eduardo W. de V. Barros - 20/9/2018

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram