quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Violência

de 30/9/2018 a 6/10/2018

"Este ato não se justifica, mais quem sabe se o Juiz fosse mais cordial com as pessoas, estes fatos não ocorreriam (Migalhas nº 4.453 – 2/10/18 – "Violência" – clique aqui)."

Carlos Alberto Barreto - 3/10/2018

"Aí, eu fico pensando: no caso de inversão dos fatos, creio que o advogado teria sido preso em flagrante delito (Migalhas quentes – 11/7/12 – clique aqui). A lei não é para ser aplicada em igualdade de condição? Há um caso análogo na Comarca de Paranatinga/MT. Aconteceu recentemente. O advogado foi preso no ato! Eu não questiono sua prisão. Eu questiono a não prisão da promotora que agrediu o advogado."

Tarcisio Valeriano dos Passos - 3/10/2018

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram