domingo, 25 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Artigo - PCC versus polícia: mortes anunciadas

de 13/8/2006 a 19/8/2006

"Enquanto a arma do crime era o '38', e só poderia alcançar outro pobre, outro excluído, o crime oficialmente não existia, era ato isolado, só que, desde esse momento o crime se organizava de maneira surda (Migalhas  1.478 – 17/8/06 – "Mortes anunciadas", Luiz Flávio Gomes – clique aqui). Porém, com o advento do fuzil, o tiro alcança outros membros da sociedade, de outras classes, com outro poderio econômico, aí o crime apareceu nos jornais, nas revistas e virou problema nacional, gerou movimentos sociais. A sociedade fechou os olhos para a miséria e o crime a tomou de assalto como território seu. Assim pensarem resolver criminalidade sem resolver miséria e corrupção é discursar para as montanhas."

Denizard Silveira Neto – escritório Thomé e Cucchi - Sociedade de Advogados - 18/8/2006

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram