quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Prestação de contas

de 4/11/2018 a 10/11/2018

"Perfeita decisão, também quero saber para onde vai tanto dinheiro (Migalhas quentes – 7/11/18 – clique aqui)! Abram a caixa preta da OAB!"

Regiane Gutierrez Rodrigues - 7/11/2018

"Deve ser investigada sim, quantas provas da Ordem por ano são feitas com reprovação de 80% (Migalhas quentes – 7/11/18 – clique aqui)? Para onde vai tanto dinheiro?"

Fani Grant - 7/11/2018

"Todos são iguais perante a lei (Migalhas quentes – 7/11/18 – clique aqui). Não há o que questionar. Não prestam contas de nada e embolsam milhões todos os anos. Por isso que não querem largar o osso. Parece partido político na época das eleições como esta que acontece esse mês. O pior é que nenhum grupo defende a transparência, defende a prestação de contas. Querem permanecer na mamata!"

José Raimundo de Andrade Moreira - 7/11/2018

"Interessante a postura reticente da OAB, se não tem qualquer irregularidade a esconder, presta contas ao TCU logo e acaba com a polêmica (Migalhas quentes – 7/11/18 – clique aqui). Numa época em que compliance e transparência correm juntos, seria essencial a devida prestação de contas, além de demonstrar a legalidade e moralidade dos investimentos e despesas realizados pela Ordem."

Emerson M. Vieira - 7/11/2018

"Como sempre a OAB querendo sobressair a CF baseada nas palavras do STF, mestres da Lei Maior (Migalhas 4.478 - 8/11/18 - "Ordem na arrecadação" - clique aqui). Parafraseando de modo símile Jesus ao condenar a hipocrisia dos Fariseus e dos Mestres da Lei: Então, Jesus disse à multidão e aos seus discípulos: 'Os mestres da lei e os fariseus se assentam na cadeira de Moisés. Obedeçam-lhes e façam tudo o que eles lhes dizem. Mas não façam o que eles fazem, pois não praticam o que pregam'. (Mt 23:1-3)."

Ricardo Soares - 8/11/2018

"Aliás, o Tribunal de Justiça Estadual de todas as comarcas também (Migalhas 4.478 - 8/11/18 - "Ordem na arrecadação" - clique aqui)."

Ateneia da Costa Pereira - 8/11/2018

"A OAB alega que não é órgão público, mas, então, por que utiliza o brasão da República, já que tal símbolo é de uso privativo de agentes públicos (Migalhas 4.478 - 8/11/18 - "Ordem na arrecadação" - clique aqui)? Também arrecada milhões de milhares de advogados e utiliza essa massa de dinheiro como bem quer. Para quem defende a transparência e a legalidade, não se compreende a resistência a se submeter ao crivo do TCU."

José Fernando Azevedo Minhoto - 8/11/2018

"Muito bom, agora ficou mais caro para OAB, a entidade sem fins lucrativos, até que enfim, vai pagar o que fez aos estudantes e suas famílias (Migalhas 4.478 - 8/11/18 - "Ordem na arrecadação" - clique aqui). Deus é pai."

Isolinda Fonseca - 9/11/2018

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram