quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Circus

de 27/8/2006 a 2/9/2006

"(Circus nº 5 – 25/8/2006 – clique aqui) Independetemente de ser são paulina, corintiana, santista ou torcedora de qualquer clube, ou ainda, não sendo torcedora específica de nenhum deles, achei a crônica tão interessante que a reproduzi para todos os meus amigos corintianos, para que soubessem de fatos tão pitorescos a respeito de seu time. Isto é cultura, e nos dias de hoje não podemos prescindir dela."

Silvia Dias - 29/8/2006

"Por que Adauto perdeu tempo e linhas para falar de um time da marginal, no novíssimo Circus (Circus nº 5 – 25/8/2006 – clique aqui), sendo o autor dotado de todas as características de verdadeiro e legítimo são-paulino da cepa ?"

Antonio Cândido Dinamarco - OAB/SP 32.673 - 29/8/2006

"Prezados Senhores, Em resposta ao comentário do ilustre causídico Antonio Cândido Dinamarco sobre a matéria intitulada Circus (5 – 25/8/06 – clique aqui), de Adauto Suannes: Provavelmente, pelo mesmo motivo que levou o ilustre colega, a despeito dos títulos sul-americanos e mundiais conquistados,  a  se sentir incomodado quando o assunto é o Corinthians. Corinthians minha vida! Corinthians meu amor! Atenciosamente,"

Ivan D´Ângelo - 31/8/2006

"Não desejo receber a coluna 'Circus' (5 – 25/8/2006 – clique aqui), pois a amostragem do dia 25/8/06 já causou bastante impacto negativo ao tratar de um tema que não desperta interesse, pois traz comentários sobre um time perdedor que só consegue conquistar campeonatos (regionais, pois internacionais nunca ocorreu) com ajuda de arbitragens (Copa do Brasil de 2002 e fase final do Campeonato Brasileiro de 2005 contra o Internacional), além de interferências da CBF para manter-se em primeiro lugar (Campeonato Brasileiro de 2005) e da FPF (também na arbitragem no jogo com o Juventus na penúltima rodada do Campeonato Paulista de 2003) para evitar o rebaixamento para a 2ª divisão do futebol Paulista. Vamos ver qual será a manobra deste ano para evitar o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Atenciosamente."

Luiz Antonio Caldeira Miretti - sempre Tricolor, escritório Approbato Machado Advogados - 31/8/2006

"Caro Luiz Antonio Caldeira Miretti. Dê um abração no Approbato, um corintiano de quatro costados e meu eterno presidente. O Corinthians é um time tão coerente e prevenido que joga com tarja de luto na camisa. Nos dois braços! Um abraço a todos vocês do"

Adauto Suannes - 31/8/2006

"Maravilhosa crônica (Migalhas 1.489 – 1/9/06 – "Circus" – clique aqui). Cabe destacar a parte em que destaca a verdade da verdade 'mais fácil que vencer o Corinthians'. Realmente, acrescento, pior que a situação desse país gigante é a defesa do Coringuinha. Parabéns."

José Roberto Faria Lima - 1/9/2006

"Querido Adauto Suannes: Suas crônicas semanais são um bálsamo a cada 6ª. feira, quando o dia já começa com um enorme cansaço acumulado pela semana atribulada (Migalhas 1.489 – 1/9/06 – "Circus" – clique aqui). Eu instruo-me (numa época em que cultura geral já não é mais valorizada) e divirto-me (muito mais do que com todos estes e-mails que recebo com mensagens imbecis, pasteurizadas, com pretensão de sabedoria milenar ou iluminada). Sua verve humorística refinada, a ironia fina, tudo é encantador. Obrigada por isso, por fazer com que minhas 6as. comecem tão bem. Um abraço,"

Silvia Dias - 1/9/2006

"De corruptelas e nomes de devoção (Migalhas 1.489 – 1/9/06 – "Circus" – clique aqui) - É sempre bom ler sobre o mundo mágico da mitologia grega, que acabou sendo apropriado pelos romanos e depois sufocado pelo Cristianismo, não sem antes aproveitar-se de algumas de suas figuras e até de seus templos, alguns reutilizados e muito bem preservados pelos zelosos habitantes da 'bota'. Pois é de lá que vem a tradição de se comemorar o onomástico, ainda hoje cultivada até no 'mezzogiono'. E quarta-feira desta semana (30/8), a Igreja Católica Apostólica Romana comemorou o dia dos mártires São Félix e Santo Adauto. 'Segundo uma antiga narrativa, durante o reinado de Dioclesiano São Félix era sacerdote e foi condenado à morte por ser cristão. Quando estava sendo conduzido para execução, um homem desconhecido se aproximou da escolta militar que o cercava e declarou ser também cristão. Foram, por isso, degolados os dois juntos. Como era desconhecido o nome do segundo mártir, os fiéis lhe deram o nome de Adauto, que significa adicionado.' Como podem ver, não é por outra razão que o nosso ilustre migalheiro Adauto, com ou sem sobrenome corruptelado, já tem seu nome indelével e carinhosamente adicionado ao deste portentoso rotativo Migalhas."

Léia Silveira Beraldo - advogada em São Paulo - 1/9/2006

"Migalhas! Ótimo o texto do Adauto (Migalhas 1.489 – 1/9/06 – "Circus" – clique aqui). Muito talento com a caneta na mão. Meus parabéns."

José Piacsek Neto - 1/9/2006

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram