VII Fórum Jurídico de Lisboa

22/4/2019
Adão Francisco de Oliveira

"E agora fica mais grave ainda, com o entendimento de prisão em segunda instância, até que isso seja revisto a pessoa já cumpriu a pena no regime mais gravoso (Migalhas 4.586 – 22/4/19 – Migalhas em Lisboa)."

Envie sua Migalha