terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Judiciário

de 10/9/2006 a 16/9/2006

"Nas migalhas de hoje encontrei no item 'Idéia' um texto do Hélio Bicudo na Folha de S. Paulo (Migalhas 1.492 – 6/9/06). Concordo com o argumento e 'para se ter uma idéia' num condado paranaense de nome Faxinal existe ação no Juizado Especial Civil cujo autor é idoso e que tramita desde 1997! Que falta faz nosso amigo Pintassilgo aqui no sul!"

Eduardo F. O. Campos - advogado - 11/9/2006

"O Judiciário precisa de mais choque de gestão, de natureza processual. O Judiciário precisa abandonar a herança lusitana do processo ordinário, longevo e ineficaz. Necessitamos debater a questão e, através de novas reformas processuais, dar maior efetividade aos comandos emanados deste Poder."

Julio Cesar Brandão – escritório Brandão e Ramos Advogados Associados - 11/9/2006

"Poder Judiciário, chega de comer nas mãos do Executivo! Viva o Desembargador Sylvio Capanema (Migalhas 1.495 – 13/9/06 – "Migas – 7" – clique aqui)!"

Celso Gioia – escritório Gioia Advogados Associados - 13/9/2006

"Capanema desabafa no RJ (Migalhas 1.495 – 13/9/06 – "Migas – 7" – clique aqui)

Pertenci à mesma turma

do tal Sílvio Capanema,

que coragem tem por lema

prá que a toga nunca durma.

Só queria eu pôr na urna

o seu nome a ser eleito

presidente, prá prefeito,

senador ou deputado,

prá que em tudo que é errado

meu colega desse um jeito."

Ontõe Gago - Ipu/CE - 14/9/2006

"Precisamos de mais magistrados assim (Migalhas 1.495 – 13/9/06 – "Migas – 7" – clique aqui), que tenham um compromisso real com a função que desempenham e menos daqueles que distante da realidade se limitam a olhar a vida pela janela de seu gabinete sem qualquer comprometimento com a relevância social de seu ofício."

Viviane do Amaral Gaglianone - 14/9/2006

"Sempre fui crítico, mesmo áspero, com respeito a politicagem que envolve as tais indicações para as listas sêxtuplas. Vou continuar sendo assim - não aceito os métodos dessa baixaria e não suporto os aproveitadores de sempre. Desta vez, pelo menos, vejo algo de bom: a indicação do Professor Walter Piva Rodrigues para concorrer a uma das três vagas do TJ é uma feliz notícia - Piva, suas lições de processo e de vida, que para sempre vão reverberar nas Arcadas do Largo, na certa irão, doravante, infestar, com aquela sua humildade inteligente, a ala da magistratura (Migalhas 1.496 – 14/9/06 – "TJ/SP - Novos desembargadores"). O time dos advogados vai ficar desfalcado, mas o povo paulista sai ganhando. Ainda há esperanças. É como a primavera que teima em reaparecer, apesar da rudeza humana. PS: Mas ainda não concordo com o método de escolha."

Antenor Maschio Junior - advogado - 14/9/2006

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram