Artigo - Aliciamento e trabalho análogo ao escravo – Foro competente

21/5/2019
José Ogaith

"O articulista tem sido frequente contra a JT e o MPT (Migalhas 4.606 – 21/5/19 – Exploração de trabalho). Isso é liberdade de expressão. Mas a quem servimos? Os atos administrativos, por exemplo, são públicos, conforme requisito constitucional. Dentre outros argumentos, este seria um a sustentar a divulgação da lista de escravizadores modernos. Não se trata de penalidade. Enfim, também não vamos aderir à referência ao adormecimento do art. 477 da CLT, como adunado."

Envie sua Migalha