quarta-feira, 21 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Profissão Advogado

de 7/1/2007 a 13/1/2007

"Auto do Adivogado de Cangaceiro (Ao Ontõe Gago) (Migalhas dos leitores – "Profissão Advogado" – clique aqui).

Óia Ontõe! Não duvide não.

Pra tu sê artista de novela,

é só ir pra Grobo e aparecê na tela

de anel no dedo, alpercatas e gibão;

pois tu sendo um cabra do sertão,

teu papel já tá mais que reservado,

vai sê o de um ardiloso adivogado

do famoso Virgulino, o Lampião."

Mano Meira – Carazinho/RS - 8/1/2007

"Mano Meira, eu só arrespondo

pós 'os três' tiver falado,

mas já fui adevogado

hoje eu disso inté me iscondo

sói iscuito é todo mundo

si queixano da justiça

já rezei, ajudei missa,

comunguei, purguei promessa,

hoje em dia quero as arte,

é escrever ou tomar parte

na tv qui me interessa!

Iscrivido eu tenho à beça,

si quisé, vou recitar-te!"

Ontõe Gago - Ipu/CE - 8/1/2007

"Em que pese ser muito temerário comentar, juridicamente, notícias de jornalista/jornais, por inúmeros fatores, decidi fazê-lo, mesmo que eu me reposicione 'amanhã'. Efetuada a ressalva, acabo de ler no site do 'Jornalista Cláudio Humberto', pois recebo, diariamente, sua 'newsletter', o seguinte: 'Mais difícil punir corrupto - O posicionamento do STJ nos julgamentos recentes praticamente inviabilizou a punição a servidores corruptos, especialmente policiais denunciados por seus desmandos. Agora, o servidor submetido a processo disciplinar tem direito a advogado em todas as fases do processo. E se o processo tiver andamento sem advogado, será anulado posteriormente.' (clique aqui). Como, quase de costume, os leigos devem gostar de execuções sumárias, condenações sem processos, processos sem defesa... Seria bom pelo menos que todo brasileiro tivesse um exemplar da Constituição Federal, mesmo que de bolso, para garantir que saiba seus direitos e garantias maiores, bem como seus deveres também! Uma simples leitura na CF/88 dá outra interpretação, a meu ver, ao correto posicionamento do STJ que garante o devido processo legal e ampla defesa, inclusive, em procedimentos administrativos. Ter direito a um advogado não pode significar inviabilização de punição de corruptos, não, de maneira alguma! Significa ter um processo administrativo/disciplinar dentro dos ditames constitucionais e legais. Senão vejamos o que diz a Lei maior: 'CAPÍTULO I DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS - Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: ... LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes'. Ah! Como, às vezes, são tão injustos conosco ADVOGADOS, em especial os criminalistas! Será que o Sr. Cláudio Humberto nunca foi processado? Será que não constituiu um advogado para defendê-lo uma vez sequer? É como bem diz o, eminente, jurista Antonio Evaristo de Morais Filho: 'O verdadeiro cliente do advogado criminalista é a liberdade humana, inclusive daqueles que não nos compreendem e nos hostilizam, se num desgraçado dia precisarem de nós para livrarem-se das teias da fatalidade'. Saudações democráticas e cordiais,"

Paulo Rodrigues Duarte Lima - advogado, OAB/RN 6.175, Natal/RN - 8/1/2007

"Ao esgrimador da palavra Mano Meira,

eu peço um aporte,

um churrasco, mas sem vento forte,

a canha no borraxão,

pra espantar a mal sorte,

pelejador eu te digo: cansei...

mas a luta nunca abandonei!"

Ilton Ferraz da Luz - Carazinho/RS - 9/1/2007

"ADVOGO POR TEIMA

Inda por teimoso

sou causídico,

embora do jurídico

ando meio sestroso,

parece que até o tinhoso

pôs o dedo na Legislação,

hái leis em profusão

que o índio fica atarantado,

por isso tem advogado

com raiva da profissão.

Entoces ando tonto,

nem leio mais a cartilha,

surgem leis em pandilha

como eguada chucra,

os prazos correm num upa,

mas só pro advogado,

pois é ele o abnegado,

escravo da própria sina,

nem bem uma petição termina,

já vai pra outro arrazoado.

E férias nem se fala

pra esses pobres rábulas,

se berrarem que vão às favas,

aos juízes hái substitutos,

pra esses outros matutos

que vão se lixar,

os prazos os hão de pegar

na contra-mão do processo,

se querem mais sucesso

que deixem de atuar!"

Mano Meira – Carazinho/RS - 9/1/2007

"Ao Novo repentista que aportou no Sítio.

O aparte já é nosso.

Ilton Ferraz, amigaço,

teu verso xucro nesse espaço

eu mesmo endosso,

pois sei que posso

apresentá-lo sem receio,

pro Ontõe e pro , lo creio,

vão le potá um retovo,

depois do primeiro corcovo

já fica pronto pro arreio!"

Mano Meira – Carazinho/RS - 10/1/2007

"Ao Mano Meira,

O segredo da poesia, a declamação,

O aparte, o rodeio..

Em jujos lo creio, mas em bruxas não acredito, 'pelo que la say eu sou da costa do uruguai', meu velho pago querido...poesia capitaneada pelo mestre Don Jayme.

Um abraço aos três mosqueteiros Ontõe, Zé Preá, e Mano."

Ilton Ferraz da Luz - Carazinho/RS - 10/1/2007

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram