quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Indenização

de 11/2/2007 a 17/2/2007

"Fiquei muito feliz ao ler a Migalha quente do dia 8/2/07 (Migalhas 1.592 – "Migas – 1" – clique aqui). Finalmente meu marido obteve através da Justiça  compensação pelo descaso como foi tratado na empresa em que trabalhou durante muitos anos para no final ser taxado como 'javali'. A repercussão do fato por si só 'valeu'."

Sonia Regina Peluso - advogada - 12/2/2007

"R$ 100.000,00 para a frustração de uma miss (Migalhas 1.595 – 13/2/07 – "Miss"). E os tribunais, não raro, concedem esse mesmo valor para casos de perda familiar de um ente. Essa a conseqüência da falta de regulamentação do dano moral, não obstante definitivamente inserido em nosso ordenamento desde 1988. A fixação de um valor sem critério é mais injusto que negar a reparação, porque sempre coloca em situação de desvantagem quem (e não são poucos), em situação muito mais grave, obteve valor muito inferior."

Mirna Cianci - 13/2/2007

"Com respeito a Indenização (Migalhas 1.596 – 14/2/07), fico preocupado com a Comissão de Ex-Presos Políticos de São Paulo, após, reconhecer o nascituro, como torturado, poderão começar a correr atrás de espermatozóides."

Hamleto Manzieri Filho - 15/2/2007

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram