terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Artigo - O direito, as emoções e as palavras

de 11/2/2007 a 17/2/2007

"Prezados, O discurso proferido pelo Professor Luís Roberto Barroso, do Rio de Janeiro (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais" – clique aqui), é daqueles textos que eu gostaria enormemente de ter escrito, fossem-me dadas a sabedoria e a clareza de linguagem do ilustre professor. Suas recomendações a respeito do uso da linguagem deveriam ser consideradas por todos os operadores do Direito. Obrigado a Migalhas por nos proporcionar leitura tão enriquecedora. Abraços,"

Gilberto Giusti – escritório Pinheiro Neto Advogados - 12/2/2007

"Belíssima a mensagem deixada aos que iniciam a carreira jurídica no discurso de paraninfo do brilhante professor e advogado Luís Roberto Barroso (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais" – clique aqui). Mais que emoções em palavras, são preciosos conselhos de vida, transmitidos com rara sabedoria."

Matheus Carneiro Assunção - 13/2/2007

"Ontológica Página! Oxalá os paraninfos de muitas turmas deste judiado País-Continente deixassem de lado coisas sem importância e adaptassem ao momento o excepcional pronunciamento do Prof. Luís Roberto Barroso (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais" – clique aqui); tenho a certeza, que citada a fonte, não haverá cobrança de Direito Autoral. Vale a pena Migalhas repetir por vários dias o mesmo texto - com as inúmeras manifestações que receberá -, para que enraizemos em nossas mentes e corações a válida lição e a transformemos em orientação diária no nosso modo de agir. Gostaria de receber maiores informações a respeito do insigne padrinho. Por tantas outras questões e especialmente por deleitar-me com o brilhante texto, vale a pena ser migalheiro!"

Estefano Ulandowski - 13/2/2007

"O professor Luís Roberto Barroso, com o seu magnífico texto 'O direito, as emoções e as palavras', proporcionou-me uma satisfação que há muito não experimentava com uma leitura de tanto saber (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais" – clique aqui). Aproveitando uma migalha do seu discurso ouso repetir: 'admiração é querer ter também, sem tomar indevidamente, o que o outro tem de bom'. Obrigado professor! Obrigado Migalhas!"

Paulo Márcio de Carvalho - 13/2/2007

"O Mestre estava mais que inspirado ao escrever este discurso (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais", Luís Roberto Barroso – clique aqui). Felizes daqueles que podem privar de sua amizade e intimidade. Parabéns Professor, há tempos não lia algo tão interessante."

Eliane Felix Figueiredo Barbosa - Effort Engenharia Ltda. - 13/2/2007

"Puxa vida! Após ter enviado uma mensagem a uma pessoa amiga falando sobre o compasso do tempo - Senhor e dono do Destino, eis que tenho o prazer de ler este artigo (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais", Luís Roberto Barroso clique aqui). Pareceu-me providencial. Excelente. Senti-me confortada, pois me está ajudando a fazer reflexões sobre minha vida, a forma como a estou conduzindo; o quanto estou desperdiçando o meu intelecto - eu que sou tão exigente na questão 'Índole – Caráter'. Muito obrigada por me incluir entre vocês. Shalom! Muita Paz! Muita Luz."

Renilda Daltro Duete - 14/2/2007

"Sem querer ser do contra, mas entendo que o professor Barroso, no seu discurso (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais" – clique aqui), cometeu o pecado que condena, que é o de falar demais."

Armando Silva do Prado - 14/2/2007

"Depois de ler as palavras do Prof. Luís Roberto Barroso quedei-me em silêncio (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais" – clique aqui). Profundo, como exige um mergulho na alma. Evocativo, pois suas palavras ecoavam em meu espírito como um caminho percorrido, de chegada tão frustrante. Desejo ao Dr. Barroso que as suas maravilhosas palavras encontrem eco e façam sentido nos corações daqueles a quem dirigidas."

Alexandre de Macedo Marques - 14/2/2007

"Parabéns ao Prof. Luís Roberto Barroso e com todo o respeito, meu colega... Li e reli várias vezes o vosso pronunciamento e concordo em gênero e número com tudo o que aqui foi escrito (Migalhas 1.594 - 12/2/07 – "Não falem demais" – clique aqui). E obrigada por partilhar essas ‘felizes migalhas’ com esta advogada que vive aqui na terra do queijo... Atenciosamente,"

Francy Guttierrez - 14/2/2007

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram