quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Biografia não autorizada - Roberto Carlos em Detalhes

de 4/3/2007 a 10/3/2007

"REALEZA TIRANA

Oh Rei! Majestática soberba,

que do alto de seu trono,

proibis com entono,

páginas de vida.

Será que em sua lida,

produção de biografia,

que é do escritor a porfia,

seu chão de sacrifício,

faltou com a honra do ofício,

ou teu cetro é tirania?"

Mano Meira – Carazinho/RS - 5/3/2007

"O Rei transformou-se numa figura muito estranha a ponto de alterar as letras de suas antigas músicas. Exemplo: na música 'É Preciso saber Viver' onde se lia ...'se o bem e o mal existem, você pode escolher'... agora o Roberto canta assim: ...'se o bem e o bem existem, você pode escolher'... Sinceramente, nunca vi paranóia maior! Quem quiser que fique à espera de que cante também a bela 'Quero que Vá Tudo pro Inferno', de uns tempos para cá, pois sairá frustrado! Assim, a sua biografia, quando resolver publicá-la, será muito chata, pois:

O rei é incompreensivo,

a majestade não merece,

é só um pobre que padece

do transtorno compulsivo,

que o deixa obsessivo,

se 'mal' não pode falar,

também não ousa cantar

música que fale em 'inferno':

vou riscá-lo do caderno,

já cansei de o aturar!"

Zé Preá - 6/3/2007

"ROBERTO CARLOS E O LIVRO

Vou escrever grande obra

que imortalize Roberto

disso ele pode estar certo

pois escrevendo sou cobra.

Nenhum amigo lhe sobra,

Jainer Alexandre Marão

e o Carlos Cola lá estão,

fora o imortal Rubem Braga.

Roberto Carlos, me traga

quem seus amigos mais são.

Aceitarei como paga

parlamentar mensalão."

Ontõe Gago - Ipu/CE - 7/3/2007

"Censurar alguém por padecer de transtorno obsessivo compulsivo é o mesmo que censurar quem padece de paraplegia ou de cardiopatia."

A. Cerviño - SP - 7/3/2007

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram