Artigo - O país das surpresas

30/3/2007
Pier Senesi

"Especificamente sobre o tema dos salários dos parlamentares e, de quebra, de todos os cargos eletivos deste 'Brasil de meu Deus'! tenho a seguinte proposta a fazer: Junto com a eleição, seria proposta uma lista contendo os salários a serem pagos, relativos a cada cargo em questão (Migalhas 1.625 – 30/3/07 – "Auto-aumento", Aristoteles Atheniense – clique aqui). Ao votarmos, também determinaríamos qual o valor que estaríamos pagando aos nossos servidores. Como teremos, no próximo ano, eleições municipais, decidiríamos qual o valor do salário a ser pago a prefeitos, vices (que deveriam disputar as eleições e não só compor chapa) e vereadores, levando-se em conta a capacidade econômica e financeira de cada município. Assim como, nas empresas, estabelecer-se-ia adicionais por produtividade. Destarte, o prefeito que cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, receberia um adicional, cumprindo, ainda, o orçamento em prol de benefícios para a comunidade, outro adicional, e assim por diante. Para os nossos queridos e amados deputados e senadores, estabeleceríamos também os seus ganhos que valeriam para a legislatura, eis que esses também são nossos servidores, embora sabemos que servem mesmo a si próprios, com exceções, é claro. Seguindo o mesmo critério, estabeleceríamos o salário do presidente, do vice, dos ministros, dos secretários especiais, enfim de todos os cargos políticos. Quero ver quem serão os patriotas que se disporão a servir o país."

Envie sua Migalha