segunda-feira, 26 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Vaga no STJ

de 4/4/2004 a 10/4/2004

"Migalhas tem dado notícias a respeito do futuro preenchimento de uma vaga no STF. Porém, neste exato momento, o que está em jogo é a escolha de um novo Ministro para o STJ. A escolha está para ser feita por estes dias pelo Presidente da República, entre 3 nomes indicados pelo STJ, entre os quais figura o do Desembargador HELIO QUAGLIA BARBOSA, do TJ/SP, onde foi Diretor da Escola Paulista de Magistratura, e que está entrando em lista em 1° lugar, por ter tido o maior número de votos, e pela 3a vez. Nas duas últimas nomeações as escolhas recaíram sobre um carioca e um paranaense. Agora, já é mais do que tempo de nomear um paulista, pois SP é responsável por 60% do movimento do STJ mas tem menos de 10% dos Ministros. O desembargador Quaglia Barbosa ingressou na magistratura incentivado pelo Prof. Hely Lopes Meirelles, com quem trabalhou durante vários anos, razão pela qual é um grande conhecedor do Direito Público e, principalmente, tem um espírito aberto e uma concepção pragmática do Direito, herdada do Prof. Hely, para quem a lei não deve ser um empecilho à realização de interesses públicos. Sendo Migalhas a verdadeira ágora do Direito, seria conveniente que os profissionais do direito se manifestassem. Talvez o clamor popular evite que São Paulo seja preterido uma terceira vez."

Adilson Dallari, Prof. Titular de Direito Administrativo da PUC/SP - 5/4/2004

"Prezados Senhores: Imediatamente após ler a 'migalha' do consagrado jurista Adilson Dallari (Migalhas 896 - 2/4/04) sobre a possibilidade de o Desembargador QUAGLIA BARBOSA ser guindado ao elevado cargo de Ministro do STJ, senti-me impelido em testemunhar, na condição de coordenador do Núcleo Regional de Serra Negra da Escola Paulista da Magistratura, a notável capacidade empreendedora e o dinamismo desse Magistrado, verdadeiro orgulho do Judiciário Paulista, ante o convívio mais próximo que tivemos na época em que ele dirigiu aquela entidade. De fato, endosso integralmente as palavras do Professor Adilson Dallari, confirmando que aquela Corte Superior de Justiça seria extraordinariamente beneficiada, caso se confirme a aguardada nomeação, em face da sabedoria ímpar e da invejável experiência jurisdicional do respeitado Desembargador QUAGLIA BARBOSA. Atenciosamente,"

Sérgio Araújo Gomes - Juiz de Direito da 1ª vara de Serra Negra - 7/4/2004

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram