sexta-feira, 23 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Biocídio

de 16/5/2004 a 22/5/2004

"Tramita no STJ um hábeas corpus que foi impetrado por um advogado e um estagiário de direito devido a uma notícia publicada em Migalhas. O caso era polêmico pois envolvia uma condenação criminal, no júri, de um lavrador acusado de matar um tatu. De Migalhas, o caso foi publicado inclusive nos EUA. Salvo engano o número do processo é HC 31109/MG. O processo menciona expressamente o conhecimento dos fatos ocorrido através de Migalhas. Independente da questão de mérito (acho ridículo condenar alguém por matar um tatu pra comer, num país que passa fome), o informativo merece parabéns por sua abrangência e utilidade para as pessoas."

Eduardo P - 18/5/2004

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram