segunda-feira, 19 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Corporativismo

de 16/5/2004 a 22/5/2004

"O que impressiona no caso NYT x Presidente é o que pouco se falou (ou nada) do corporativismo jornalístico. Não sei qual é a classe mais corporativa do planeta; médicos, parlamentares ou jornalistas. Tentar transformar um jornalista de competência duvidosa (como disse Luiz Nassif um "requentador" de notícias...) em mártir da liberdade de imprensa é pedir alvará para se fazer e dizer o que se bem entende, mesmo que sejam asneiras. Clamam tanto por liberdade, mas sabemos que nossos direitos se encerram quando começam os direitos dos outros. Lições a serem praticadas pela mídia. Abaixo o corporativismo!"

Maurilio Goulart - 19/5/2004

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram