Meio ambiente

23/11/2007
Olavo Príncipe Credidio – advogado, OAB 56.299/SP

"Caro Diretor. Li em Diário de notícias: 'Cinco meses nos mares para matar mil baleias'. A coisa é tão absurda que não quero acreditar. Deveria haver um órgão internacional, criado para coibir esse crime contra a natureza, para agir até pela força, se necessário, por exemplo, enviando submarinos que determinassem a  volta e, se insistissem, fossem torpedeados... Vimos assistindo a morte de inúmeras espécies pelo assassino homem. Ele está destruindo a natureza, não só com poluição, com aumento de gases na atmosfera, e só ouço falar: ação não palavras! A Amazônia está sendo destruída por vândalo-predadores. Quando o homem vai se conscientizar de que contra essa espécie de gente só há um recurso: aplicar penas severas, severíssimas mesmo, senão acontecerá o que vem acontecendo, como em Blangadesh: a espécie humana é que desaparecerá da face da terra? Aí será tarde. Atenciosamente"

Envie sua Migalha