Governo Lula

30/11/2007
Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL

"Lula, no palanque de Colatina, disse que 'na verdade, quem tem medo da CPMF é quem sonega imposto. Eles é que têm medo da CPMF, porque é o imposto que vai detectar quem é que está sonegando'. Além disso, Lula afirmou, também no palanque de Colatina, que o dinheiro da CPMF 'é para a saúde, para a aposentadoria do trabalhador rural e para o bolsa família'. Disse mais, disse que a aprovação da CPMF vai permitir 'a gente voltar a esse Estado, inaugurar as escolas... Melhorar a educação...'. Das duas, uma: ou o Lula não foi ainda informado que não é mais candidato, e não precisa fazer demagogia no palanque, ou é totalmente desinformado. Em primeiro lugar, porque a destinação da CPMF não é a que ele pensa, já que não servirá para inaugurar escolas e nem para melhorar a educação, já que nunca, nos seus anos de governo, nada do dinheiro da CPMF foi investido em educação ou na construção de escolas. E nem, aliás, na aposentadoria do trabalhador rural. Quanto à destinação dos recursos da CPMF, eles têm, por outro lado, parte deles tem sido sistematicamente desviados da sua destinação original. O orçamento fiscal vem se apropriando de quase 20% dos recursos arrecadados, que acabam sendo desviados das funções para as quais foram criados (previdência social, saúde e combate à pobreza), e passam a compor o superávit primário, enfim, o pagamento de juros da dívida (Relatório Unafisco – nova técnica 6/2007). Finalmente, é conversa 'para-boi-dormir', como se diz, ou para enganar trouxa, a explicação de que a CPMF é boa para detectar quem sonega impostos. Pode até ser, mas isso, em qualquer alíquota. Em outras palavras, o imposto do cheque poderia ser 0,0001%, ou 0, nada %, só um sistema, e detectaria da mesma maneira que se fosse, por exemplo, 10% sobre qualquer movimentação financeira. Daí, fica aquela dúvida lançada por FHC: precisa-se melhorar a educação do povo que escuta a fala do palanque, e acredita nessas falácias? Ou é o que fala o que não entende que precisa melhorar sua cultura? Ou tudo não passa de mera demagogia?"

Envie sua Migalha