sábado, 24 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Mundo animal

de 13/1/2008 a 19/1/2008

"Renan, Roberto Jefferson, e o pit bull. Quando ministro da Justiça, em 1999, Renan estudou uma fórmula jurídica para determinar a esterilização de todos cães pit bull do país. Cada cão deveria portar uma placa de identificação com seu número. Paralelamente, Roberto Jefferson apresentou um Projeto de Lei que proibiria a importação, comercialização e a reprodução de pit bulls em todo o país. Para criação dos cães já existentes seria obrigatório o uso de focinheiras quando estivesse em via pública ou na presença de pessoas com as quais não esteja habituado, mesmo em cativeiro. O projeto previa multa pesada para quem não cumprisse a determinação. Num prazo de 6 meses os animais teriam de passar por uma esterilização. Os cães não esterilizados seriam confiscados. Apesar de todos os pesares, foi uma idéia brilhante dos dois, e uma pena que tenha ficado só no papel."

Conrado de Paulo - 14/1/2008

"Hoje em dia, o Pit bull é aquilo que, no passado, já foi o Fila brasileiro e depois o Doberman: bicho-papão da raça canina. No futuro, outros virão em seu lugar, quiçá o Roteweiller, ou o Mastin napolitano. Nunca tive cachorro na minha vida, até que, há cerca de 3 anos, 'pintou' para mim uma linda fêmea Pit bull, malhada em preto e branco, 'black nose', cujo nome é Lua e que mora comigo e minha mulher na chácara onde estamos residindo. Desconheço seus antecedentes, ou, mais precisamente, seu 'pedigree', mas, posso garantir que se trata de um animal extremamente dócil, inteligente e obediente. Como cão de guarda é uma covardia, pois não há para quem deixe de abanar o rabo. Foi o que aconteceu recentemente com um casal de veterinários, que a assistiu na fase final do seu parto e logo em seguida, 'manuseando-a' da cabeça às patas, assim como seus filhotes, sem qualquer reação da sua parte. Aliás, esses médico-veterinários, no exercício da profissão, se disseram atacados, até então, somente por cachorros de pequeno porte. Para finalizar, informo que 5 (3 machos e 2 fêmeas) dos seus 8 filhotes, de pai conhecido e igualmente dócil, se encontram disponíveis para adoção, desde que os eventuais interessados se comprometam a deles cuidar com amor, carinho, boa alimentação, mantendo as vacinações sempre sob controle."

Romeu A. L. Prisco - 15/1/2008

"O Pitbull é dócil até matar a dentadas o filho do dono, num ímpeto furioso de besta-fera que é, como nós temos visto frequentemente. Daí: já é tarde demais..."

Conrado de Paulo - 18/1/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram