quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Governo Lula

de 13/1/2008 a 19/1/2008

"O desejo doentio de Lula em estender o benefício 'bolsa família' aos jovens de 16/17 anos, publicado no DOU no último dia do ano, quando serão gastos R$ 2.0000.000,00, constitui não só um despropósito mas um estímulo à vadiagem, levando em conta que muitos (como eu) começaram a trabalhar (sem prejuízo dos estudos) aos 10 anos e nem por isso denotam frustração."

Laurenio Maia Viga - 14/1/2008

"Bolsa Família – Comenta-se que dados preliminares duma pesquisa realizada pelo próprio Governo Lula constatam que apenas 4 em cada 10 famílias (41,05%) que recebem Bolsa Família estão cumprindo as condições sine qua non do programa, no que se refere às áreas de saúde e educação. Ao ganhar o benefício, o contemplado se compromete a manter as crianças e os adolescentes em idade escolar na escola e cumprir os cuidados básicos em saúde. Coisa que não ocorre com quase a metade dos contemplados, e que deveria ser severamente observado."

Conrado de Paulo - 14/1/2008

"Creio que toda a nação está se perguntando: A aceitação do senador Edison Lobão pelo presidente Lula, como novo ministro das Minas e Energia, significa que ele, presidente, finalmente acreditou  que o ex-ministro Silas Rondeau é culpado de todas as acusações feitas? A nação merece esta resposta e se ela não vier, será mais um tapa que levaremos na cara."

Arthur Vieira de Moraes Neto - 14/1/2008

"Corte de gastos. Falando em corte de gastos do governo, uma boa medida seria cortar o número de Ministérios pela metade. Dos quase 40 atuais, passar a trabalhar só com metade disso, como acontece com o resto do mundo. Cada Ministério tem centenas de funcionários. Outra boa medida seria extinguir as Forças Armadas ('êpa, peraí'!): bem entendido, com os aquartelados, que só dão despesa, e não servem pra nada (nem pra subir nos morros do Rio, por terem sido considerados incapacitados, pelos próprios superiores!). Claro que as fronteiras precisam das Forças Armadas para serem vigiadas, inclusive o mar territorial, cuidando primordialmente do tráfico de armas, tráfico de drogas, mais a extrema atenção pra evitar invasão das nossas fronteiras marítimas e aéreas. Quanto a cortar 'aumentos' dos servidores públicos, não parece ser uma medida justa, mesmo porque não se trata de 'aumentos', mas sim de reajustes, conforme aumentam a inflação, com a decorrente correção monetária."

Conrado de Paulo - 14/1/2008

"Dora Kramer, do Estadão, se não me engano, afirmou que, ao presidente, não mais importa quando chamado de mentiroso, desde que as mentiras surtam os efeitos desejados. Entretanto, para não perder a oportunidade, ainda é tempo de mudarmos o apelido do sujeito para 'pinoquio (também já saiu em artigo do Estadão)' ou, 'promessinha'. Migalhas devia abrir um concurso para o melhor apelido, dando como prêmio um livro de ética pública."

Jose Roberto Zambon - 14/1/2008

"Indignado, leio, no noticiário escrito de hoje, que o Presidente Lula em viagem oficial em Cuba deve anunciar oficialmente, durante a visita, o gasto de quase US$ 1 bilhão em financiamentos brasileiros para setores como construção de rodovias, empreendimentos hoteleiros, produção de medicamentos e vacinas e importação de alimentos. Rodovias? Muito bem, já sei que o presidente, deslumbrado com o Poder, não viaja mais pelas rodovias federais, tão somente no vistoso Aerolula, mas devia! As denominadas 'BR', tal como a BR-304 (RN/CE) que está só 'a buraqueira', e só não está pior, pois o Governo do PT manda o Exército Brasileiro tapar os buracos, como eu vi pessoalmente; Vacinas? Tem gente em Santos/SP (12 casos) morrendo de meningite meningocócica e a vacina não é fornecida nos postos de saúde – tem de se pagar cerca de R$ 120,00 (cento e vinte reais) por cada dose (imagine uma família pobre com quatro filhos); Hotelaria? – por que não investir no Brasil? O setor de turismo no Brasil precisa de hotéis, inclusive mais baratos para os próprios brasileiros viajarem internamente; Importar alimentos de Cuba? Isso é alguma piada? O Brasil um dos maiores celeiros agrícolas do mundo importando alimentos de Cuba? Por que o presidente não faz o seguinte: no encontro com Fidel – entrega-lhe na mão os quase US$ 1 bilhão, de graça e sem desculpas, e agradece por Cuba ter abrigado e treinado companheiros/guerrilheiros que hoje fazem implante de cabelos em Recife/PE, talvez para tentar fazer esquecer o que todos sabemos que são, e sempre serão! Saudações humanísticas e democráticas,"

Paulo Duarte – advogado, OAB/RN 6.175, Natal/RN - 15/1/2008

"A 'mente brilhante', em exercício-vilegiatura-boquinha no Palácio do Planalto, brinda-nos com mais uma faceta do seu privilegiado saber, agora na área médica. Informa (salve Zé Vasconcelos) Pernambuco e o mundo que 'a saúde do (ditador) Fidel Castro é impecável'. Quem acreditar em alguma coisa dita pelo Ignácio ganha um prêmio especial: uma nota de 300 reais cubanos."

Alexandre de Macedo Marques - 17/1/2008

"Apagão. Contudo Lula desmentir risco de apagão, esqueceu de explicar que as termoelétricas, que compensariam a falta de água para as hidroelétricas, são movidas a gás e que já há falta de gás. 'Memoriol' pra ele!"

Conrado de Paulo - 17/1/2008

"Magnífico Editor, Parece-me estranho que todos digam que o Senhor Presidente, de passagem por Cuba (sua pátria por adoção – ver Foro de São Paulo), tenha assinado acordos com o governo local. Primeiro porque, quando deixou o país para ir a Cuba, transmitiu o cargo para o Senhor Vice-Presidente. Ou seja, o Senhor Presidente, enquanto fora do país, é o que sempre foi. Se não é Presidente (passou o cargo para o Vice), não tem autoridade de Presidente para assinar qualquer acordo. Portanto, qualquer que seja o acordo que tenha assinado, não vale nada! Graças a Deus! Depois de brigar tanto para aprovar a continuidade da CPMF, porque esse dinheiro faria falta para o governo, agora aprova investimentos orçados na bagatela de UM bilhãozinho de dólares na terrinha do ditador Fidel Castro. Magnífico Editor, será que algum Migalheiro poderia me ajudar a entender esse samba de louco (não gostaria de ser processado por discriminação). Receba um abraço forte do"

Fernando B. Pinheiro – escritório Fernando Pinheiro - Advogados - 17/1/2008

"Até que enfim um presidente da República determinou que os batalhões de engenharia do Exército fizessem alguma coisa: tapar os buracos das rodovias federais. Pelo menos assim estão justificados os salários ou soldos que recebem. Chega de ficar jogando vôlei nos quartéis!"

Abílio Neto - 18/1/2008

"Sem querer entrar no mérito dos acordos entre Brasil e Cuba (Migalhas 1.820 – 17/1/08 – "Migalhas dos leitores - Cuba libre"), vale lembrar que, no Brasil, o Presidente da República acumula as funções de Chefe de Governo e Chefe de Estado. Quando em viagem oficial, o Presidente transmite ao vice apenas a Chefia de Governo, mantendo a condição de Chefe de Estado, que lhe permite assinar no estrangeiro os acordos de cooperação internacional."

Gustavo Martins dos Santos - Justiça Federal, Seção Judiciária do Rio de Janeiro - 18/1/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram