terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Governo Lula

de 20/1/2008 a 26/1/2008

"Edison Lobão. Quem disse que o novo Ministro de Minas e Energia, Senador Edison Lobão, não entende nada do cargo para o qual foi nomeado? Entende, sim! Tanto entende, que mal assumindo o Ministério, até já anunciou um reajuste das tarifas de fornecimento de energia elétrica. Ora, malvados, virem suas bocas pra lá!"

Romeu A. L. Prisco - 21/1/2008

"Caridade de Lula para com Fidel. Simplesmente indecente Lula jogar US$ 1 bilhão no colo de Fidel Castro, de graça. Claro que não existe a menor possibilidade de haver retorno. Afinal de contas, cana-de-açúcar não nos faz falta. No máximo receberemos uma banana do Fidel, já que somos considerados 'macaquitos' por aí. Quem paga a conta somos nós, os contribuintes. Nada como fazer reverência com chapéu alheio..."

Conrado de Paulo - 21/1/2008

"Contrariadíssimo e ressentido foi como apareceu Lula na posse de Lobão no Ministério das Minas e Energias. E ainda há quem duvide que são os banqueiros, os mega-empresários, e as diversas confrarias de politicastros profissionais que dão as cartas nas decisões como essa, e noutras. Os politicastros representam o povo, enquanto que o presidente representa os politicastros. Quem ganha o quê?"

Conrado de Paulo - 21/1/2008

"Leio na Internet: 'Escalas e conexões voltam a Congonhas'. O que terá acontecido para que o tonitruante e palavroso Nelson Jobim tenha esquecido os seus férreos propósitos de pôr ordem na terra de ninguém que era (é) o transporte aéreo brasileiro, feudo da TAM e GOL? Que estranhos poderes exercem essas companhias? Que secretos fluídos ou misteriosos pacotes, cuecas, envelopes, passaram pelos soturnos descampados do Planalto? Os alegados pseudos prejuízos das companhias estavam prejudicando alguém no governo? Manigâncias do PMDB? O 'mente brilhante' usava muito, em seus tempos de vacas magras e invejas gordas, a expressão maracutaia. Ou terá sido mais um êxito do 'super lobbista', o futuro dono de vistoso topete, o Zé? A banda de Heavy Metal do Planalto toca, cada vez mais, com maior estridência... e incompetência. Até quando essa malta fará do exercício de governo uma pantomima? Bem, o distinto público que os levou ao poder, duas vezes, são aqueles 61% de eleitores analfabetos ou que não completaram o 1º. grau, não é muito exigente. Estão 'satisfeitissíssimos', engabelados pela mais pérfida máquina de propaganda já montada 'nesxzte país'; e sedados e embrutecidos a espórtulas que o sujeito surrupia do bolso de quem estudou e trabalha, vilmente xingados de 'zélite'."

Alexandre de Macedo Marques - 22/1/2008

"Peço licença aos senhores para gentilmente produzir breve comentário a respeito da nota que tratou da situação do Ministro das Minas e Energia, Edison Lobão (Migalhas 1.823 - 22.1.08 – "Lobão"), abaixo reproduzida : 'O que, além de a pasta ser a cota do PMDB, justifica a escolha de Lobão para o ministério ? Sem nem conhecer Shakespeare, sr. Horácio, vetusto copeiro da Redação, ao ouvir a indagação anterior feita em alta voz pelo redator da nota emendou Hamlet : "Há entre Lula e Sarney, Migalheiro, muitas coisas mais do que sonha vossa vã Minas e Energia'. Como pode ser observado, a expressão final da nota faz referência a célebre citação de Shakespeare. Entretanto, é oportuno registrar a palavra 'vã' foi incorporada pela tradução usual em português. O texto original não utiliza o referido adjetivo, o que pode, em alguma medida, levar a leituras e interpretações imprecisas do mencionado excerto. Para melhor referência, eis as palavras, no original : "There are more things in Heaven and Earth, Horatio, / Than are dreamt of in our philosophy" (Hamlet, primeiro ato, quinta cena). Cordialmente."

José Antonio Batista de Moura Ziebarth - escritório Lilla, Huck, Otranto, Camargo e Messina Advogados - 22/1/2008

"O governo Lula vai muito bem, apesar dos sustos seguidos dos investidores da Bovespa nestes últimos dias. O Grande Irmão está com medo da recessão, lá no Norte. Aqui vão aumentar os juros para enfrentar a crise. No mais, a única coisa que Lula não pode é chamar Lobão de impecável. Aí já é demais!"

Abílio Neto - 23/1/2008

"Já que o Ministro Jobim não resolveu o problema da aviação e de Congonhas, fica no 'ar' : continuará na pasta ou haverá mudança? Ou isto também ficará no 'ar' ?" (Migalhas 1.823 - 22/1/08 - "Congonhas")

Nelson Trevilatto - 23/1/2008

"Realmente Lula tem razão. Nenhum governo administrou e administra como ele. Como governo 'desenvolmentista' superou até o Juscelino, que dizia que desenvolveria o Brasil 50 anos em 5 (vamos deixar de lado a tremenda inflação que nos legou). Lula também está fazendo isso. Todavia, como não é muito amigo dos estudos, inverteu a equação, ou seja, levará 50 anos para nos deixar alguma benfeitoria. O PAC é a sua promessa. Levou cinco anos para ser apresentado e, e ao comemorar um ano, segundo a Ministra Dilma (jornal O Estado de S. Paulo, de hoje - 23/1/08, pg. B9) 'As obras do PAC deslancharam'. Nós estamos saindo da fase de preparação (projeto básico, projeto executivo, licenciamento e licitação) para a fase de obras. Conseguimos agregar a ele um conjunto de ações muito importante. Lançamos a segunda e terceira fases das concessões e o trem bala, que ligará Rio a S. Paulo e Campinas. No caso do trem, vamos agora 'estudar a demanda, o traçado (talvez passará também por Brasília), e deixamos em aberto a solução tecnológica'. Em suma, nada se fez até agora. O Lula vai precisar de umas dez ou doze reeleições para apresentar alguma obra de real valor."

Cláudio B. Costa - advogado - 24/1/2008

"Santa Ceia II (Migalhas 1.825 – 24/1/08) - A comparação realizada pelo presidente dos ministros aos apóstolos é de uma insanidade. Agora só falta dizer que ele é o Messias?"

Danilo Moraes - 25/1/2008

"Cruz credo! A propósito da migalha "Santa Ceia" (Migalhas 1.825 – 24/1/08), em que nosso presidente mais uma vez lançou mão de uma metáfora pra lá de exagerada ao comprar reunião ministerial com a Santa Ceia, vale lembrar que o verdadeiro protagonista dessa história, ameaçador ou pouco compreendido, acabou do jeito que todo mundo já sabe. Martelos e pregos não irão faltar."

Wagner Baggio - 25/1/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram