quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Paulo Maluf

de 11/7/2004 a 17/7/2004

"Cumpre divulgar que os dois laudos periciais encomendados pelo Ministério Público Estadual (MPE) concluíram que a assinatura que aparece na carta enviada em 1996 ao UBS de Zurique, pedindo transferência de nada menos que US$ 100 milhões para o UBS de Londres, é mesmo do ex-prefeito e candidato do PP à sucessão paulistana, Paulo Maluf. O que significa que ele mentiu quando afirmou que a sua assinatura poderia ter sido incluída indevidamente no documento. Esperamos que o eleitor se lembrará desse e de outros inúmeros “detalhes” quando do voto."

Beatriz Binello Valério - 15/7/2004

"Não poderia deixar de compartilhar com os amigos migalheiros o quase ataque histérico que tive ao ler a Folha de São Paulo de 15/7/2004. Baixou o espírito getulista no Dr. Paulo Maluf! Pois é, em resposta aos laudos apresentados pelo Ministério Público, relativamente às suas assinaturas em documentos bancários suiços, o político diz que (e abro áspas mesmo, saliente-se!!): "É a prova inconteste de que forças ocultas de que os vampiros da calúnia querem transformar o gabinete de um ou dois promotores em comitê eleitoral". Já faz é tempo que as terríveis forças ocultas andam assolando a vergonhosa desgraça tupiniquim, ainda mais quando o tópico é política e eleições. Bom, das duas uma: ou o Dr. PM (agora chamo-o assim) andou psicografando por aí ou precisa para de fazer a brincadeira do copo mesmo. Tá na cara: mandaram o Getúltio para puxar o pé!!!"

Juliana Guimarães Cruz - acadêmica de Direito da PUC/SP - 16/7/2004

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram