quarta-feira, 21 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Dia do advogado

de 8/8/2004 a 14/8/2004

"Refestelemo-nos com júbilo neste dia, viva a advocacia! Caros colegas, como defensor das prerrogativas de nossa profissão não poderia deixar de expressar minha alegria em fazer parte de tão seleta e honrosa agremiação. Nesse sacro-santo ofício de administrar a Justiça abandonamos o papel de cidadãos comuns pelo de servo da sociedade. Lembremo-nos sempre: "Não é o servo maior que seu Senhor". Servimos a um povo que define seu destino e que dele provém todo o Poder. Somos fortes, somos ágeis, perspicazes, sagazes e destemidos, mas temos humildade e lhaneza, sensibilidade e decoro, nosso diferencial. Prestamos serviço público e exercemos função social, fato que nos iguala a agentes políticos, a servidores públicos lato sensu, donde advém nossas prerrogativas. Honremos nossa pátria, nossa nação, nosso povo, nossa família, nossa profissão, nossos ideais. Sejamos fiéis hoje e sempre, para que possamos com amor e compaixão, por opção, exercer a advocacia e alegrar-nos sempre por essa data. Sucesso e felicidade a todos os irmãos e irmãs de profissão, adversários e amigos, que fazem de suas vestes talares um escudo de defesa da democracia em detrimento dos flagelos do próprio corpo. Feliz Dia do Advogado!"

Eurípedes Aureliano Júnior - Aureliano Jr. Advocacia e Consultoria Jurídica - Brasília/DF - 11/8/2004

"No dia em que festejamos ou choramos a inauguração dos cursos jurídicos no Brasil, penso que, devemos instaurar debates e abrir o pano do grande teatro da história da humanidade, para encenar e instaurar um urgente 'julgamento', fora do contexto das interrogações genéticas que ocupam o tempo e horas de pesquisa dos grandes teólogos, filósofos, sociólogos e humanistas, vamos pensar sobre os destinos da humanidade, sua relação com o planeta, com o universo e sua sobrevivência?! Antes de se falar em 3ª Guerra, vamos tentar voltar o nosso pensamento para as boas lições, tal qual a que se segue:

"Ao ver que nossos foguetes se incorporavam à guerra, sentíamos uma grande dor e uma grande vergonha. Nós os havíamos projetado para traçar o caminho até outros planetas, não para destruir o nosso. Os mistérios do Universo confirmam a existência de Deus. Através da ciência o homem trata de controlar as forças da natureza. Por meio da religião, os impulsos negativos da natureza humana. Por isso, creio firmemente que nossa sobrevivência, presente e futura, de nossa adesão a esse espírito, muito mais do que à ciência. A Astronomia seguirá oferecendo novos conhecimentos do Universo, conforme formos estudando o céu. Alguns supõem que a Terra seja um planeta seguro. Para mim não é verdade. Vejo-a cheia de desordens e de imprevistos. Aí estão a nave, os furacões, os terremotos... E os homens, que só estudam maneiras de destruir-se. No espaço as leis são físicas, quer dizer, perfeitas. É preciso refugiar-se ali para salvar-se do dilúvio. Odeio tudo quanto seja criado para matar. No dia em que morrer, estarei cheio de tristeza e preocupação em relação ao emprego que se dará, no futuro, aos foguetes por mim inventados. As incríveis ambições humanas converterão, algum dia, o planeta Terra em um lugar desolado e inabitável. Por isso, é preciso chegar-se a outros planetas virgens, nos quais a mão do homem não tenha deixado pousar o peso de sua destruição."

Werhner Von Braun - *23/3/1912  +16/6/1977

(trecho extraído do seu testamento)

Essa é a maior de todas as causas, e pode ser resolvida de forma singela e prática, basta despertar em nós os valores éticos - sobre a eterna luta dos arbítrios que habitam a fronteira do bem e de sua polaridade negativa, já que o mal não existe, o que existe é ausência - começando pela nutrição dos sentimentos de amor e temor a Deus e pela obediência aos seus dois primeiros mandamentos, onde se encontram incluídos o antigo, o novo testamento e todos os profetas."

Cleanto Farina Weidlich - advogado e professor / Carazinho / RS - 11/8/2004

"Não podemos esquecer de que hoje, dia 11 de agosto, comemoramos o dia da instituição dos cursos de Direito no Brasil, São 177 anos e haverá uma solenidade especial na faculdade do Largo de São Francisco homenageando muitas importantes figuras que lá estudaram."

Carlos Eduardo De Barros Rodrigues - Adv. OAB - 10816 - SP - 12/8/2004

"O direito é um ramo da área de humanas, que exige que o advogado seja um pouco mãe e pai dos seus clientes. Pois estes significam as crianças, sim aquelas que apanham e não sabem o que fazer e correm pro colo do pai ou da mãe. Eu coloco isso porque quando fazia estágio na Procuradoria da Assistência Judiciária, eu via a carência de se fazer justiça em cada assistido, pois estes são o que mais sofrem pois precisam de ajuda para orientá-los. E o que mais me gratificava era a alegria deles quando via que alguma coisa iria ser feito para resolver seus problemas. Essa sim era minha alegria."

Priscila Geraldo Médola - 13/8/2004

"Ontem foi o Dia dos Advogados e advogados. Há que se fazer esta distinção, todos sabemos. Principalmente quando lemos a Lei 10.925/04 em seu artigo 8º, que consegue contradizer-se em apenas cinco parágrafos! Alô, alô, OAB, tem profissional bebendo em dia que não é de festa e na hora do expediente! Creio que os verdadeiros Advogados coram quando advogados emitem leis de tamanha importância e sem nenhum zelo. Errata: Outro dia eu escrevi que o PIS/COFINS aqui da casa cresceu mais de 100%, eu errei: cresceram exatos 272,73% Cofins e 131,63 PIS! E eu li aqui neste rotativo elogios a ela!"

Avelino Ignacio Garcia - 13/8/2004

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram