Favor

17/6/2008
Noel Gonçalves Cerqueira – Guarujá/ SP

"(Migalhas 1.918 - 16/6/08 - "Favor?") Ao contrário da incompreensão de alguns magistrados e do editor de Migalhas, causa estranheza esse rechaço por uma promoção comercial. A oferta também pode ser entendida como um reconhecimento pela preferência aos produtos da GM e se resumir em retribuição à exposição do seu produto pelo TJ. Simples relação de consumidor privilegiado e fornecedor interessado em manter o cliente cativo - desde que,  bem atendido e satisfeito com a assistência técnica. Caberá ou não ao Magistrado incomodado com a situação dispensar o uso do veículo fabricado pela GM - e, se preferir, continuar agindo com isenção. Mesmo porque sabe-se lá quantos magistrados já foram favorecidos com a compra de veículos novos (GM ou não) a preços módicos!"

Envie sua Migalha