Publicidade

28/7/2008
Antonio Bastos A. Sarmento - advogado, Tauil, Chequer & Mello Advogados, associada à Thompson & Knight L.L.P. Werneck

"(Migalhas 1.948 - 28/7/08 - "Nova Schin") É agora o CONAR o órgão encarregado da 'censura' aos textos de publicidade? Pensávamos que a questão central do Conar era o ethos da propaganda. Vê-se que, muito além disso, estão orientando os consumidores sobre como auto-avaliar suas impressões subjetivas, e como devem classificar suas percepções individuais de paladar. E também, subliminarmente, estariam sugerindo que devem preferir outras marcas?"

Envie sua Migalha