domingo, 25 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

O pão de cada dia

de 27/7/2008 a 2/8/2008

"Essa vai para o migalheiro Ontõe Gago, admirador de pratos exóticos. Agora é pão. O pão nosso de cada dia, que pode ser apresentado de outras formas, além do pãozinho francês, a bengalinha, o pão italiano, com ou sem lingüiça etc. Haja imaginação... É pão! Mas você comeria? Trata-se de uma padaria da Tailândia, na província de Ratchaburi (100 km a oeste de Bangkok). Eles pretendem difundir o pensamento budista de não acreditar no que se vê, porque o que se vê, pode não ser tão real quanto parece. Os detalhes fazem a perfeição da criação, parecendo quase real e chamando a atenção de todos que passam em frente à padaria."

Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL - 29/7/2008

"Taí! Genial! Seu eu fosse cliente dessa padaria, só encomendaria e compraria broas de milho com a cara e o resto de Juliana Paes e Sharon Stone, para degluti-las, quentinhas, e no ato, dos pés à cabeça!"

Romeu A. L. Prisco - 29/7/2008

"O pão de cada dia -

Ao dotô Wílson Silveira

Agradeço os pão de ló

Que ele traz da tal bangkó

Onde tem banca na feira

É comida de premeira,

Prá quem gosta de mundiça

De cadaves faz linguiça

Depois vende pr' os freguês

Pode ser bom para chinês

Prá mim - caso de puliça."

Ontõe Gago - Ipu/CE - 30/7/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram