sexta-feira, 23 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Sinopse do filme ´E o voto levou´

de 26/10/2008 a 1/11/2008

"Diante da intransigência de Mr. Wilkinson, para renovação de contrato com a 'TSE - Tropical Screen Entertainment', objetivando a direção do próximo filme, que seria 'A bela virada' (não confundir com 'Uma virada bela'), a empresa cinematográfica cancelou seus compromissos e suspendeu suas atividades até 2010. Todavia, no seu lugar, surgiu outra entidade, a 'RALP - Royal Association of Lyric Photoplay', que, ao invés de produzir um filme nos moldes convencionais, pretende realizar um desenho animado, contando a história de uma famosa bruxa, conhecida por 'Pata Martalógica', casada, inicialmente, com o 'Super Pateta', de quem se separa, para contrair novo matrimônio com o 'Irmão Metralha nº 654321'. Aguardem maiores detalhes, porque o tempo desta Lan-house está terminando."

Romeu A. L. Prisco - 27/10/2008

"Não foi intransigência, mas uma dificuldade intransponível em lidar com o roteiro da TSE. Com aqueles artistas coadjuvantes, até o título do filme teria de ser adaptado para 'E os voto levaram', mais de acordo com a concordância reinante. Mas, o entusiasmo que de início encheu meu coração de esperanças, desvaneceu ao terminar de ler a notícia do novo lançamento anunciado. Interesso-me, sim, por desenhos animados, mas dos feitos para adultos. Tinha pensado na vida e obra da 'Maga Putológica', dentro do conceito da original criada por Carl Barks, sedutora, amoral e ameaçadora. Malévola e arrogante. Que age em parceria com os Irmãos Petralha. Que tem como assessora a mulher de Vesúvio, e mora na subida de um conhecido vulcão que agora me escapa o nome. Como vê, caro Prisco, eu também estava trabalhando a mesma idéia, mas com diferenças que me obrigariam a 'mexer'  no roteiro, coisa que já sei que suas empresas contratualmente não permitem e cujas limitações um diretor como eu não pode aceitar. Ah. Na minha história tinha também o Sr. Eu, irmão por parte de mãe da Madame Min e que agora, passa a vida ajudando a Maga, com quem teve, no passado, um rápido romance, antes de ser trocado por um jogador do Boca juniors e, literalmente, cair na vida pública."

Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL - 28/10/2008

"Retomando a minha mensagem anterior, agora sem as limitações de tempo de uma 'Lan-house', inicialmente esclareço que a denominação social correta, da nova empresa cinematográfica, é 'RALP - Royal Association of Lyric Pictures'. Outrossim, prosseguindo no roteiro do desenho animado, informo que o casal de malfeitores, 'Pata Martalógica/Irmão Petralha nº 654321' e o bando de ambos, planejam invadir e assaltar a Prefeitura da cidade californiana, San Pauland. Diante desta grave ameaça, as autoridades locais resolvem pedir a ajuda de dois intrépidos policiais brasileiros, SuperGil e Zé Paulista. Estes, após um bem elaborado plano de ação, conseguem desarticular e prender toda a quadrilha criminosa, ganhando o respeito e a admiração da população de San Pauland. Inicia-se, então, um forte movimento, para que SuperGil e Zé Paulista se naturalizem norte-americanos, a fim de que o primeiro dispute o cargo de Prefeito da cidade e o segundo o cargo de Governador do Estado, ora ocupado por A. S. Exterminator. Se SuperGil e Zé Paulista aceitam ou não o honroso convite, você só ficará sabendo se assistir ao desenho animado, a ser lançado oportunamente em cadeia internacional de cinemas."

Romeu A. L. Prisco - 29/10/2008

"Decididamente, não haverá acordo entre Mr. Wilkinson e a 'RALP', por absoluto desencontro de conceitos. Diz Mr. Wilkinson que só se interessa por 'desenhos feitos para adultos'. Ainda que mal lhe pergunte, caro amigo, por acaso existe algum desenho que não seja feito para adultos?! Ou, se preferir, 'também para adultos'? Marinheiro Popeye? Pica-pau? Bipe-bipe? V. Sa. não é do tempo em que os adultos, alguns com a desculpa de levar filhos e sobrinhos, outros, como eu, sem qualquer desculpa, compareciam religiosamente às sessões matinais de domingo, no Cine Metro da Av. São João, só para assistir aos desenhos animados de Tom e Jerry? Ora, Mr. Wilkinson, não existe nada melhor que um bom desenho animado, desses que V. Sa. considera feitos apenas para crianças, para aliviar a alma infanto-juvenil-senil!"

Romeu A. L. Prisco - 29/10/2008

"Definitivamente, a inspiração se deu na mesma fonte, mas as idéias seguiram caminhos diversos. No 'meu' roteiro, a protagonista sofre pelo filho que deu à luz, um feto a princípio julgado anencefálico mas que depois, muito depois, uma junta médica considerou que não o era, que apenas não dispunha do cérebro todo, só uma parte dele, o que fazia que se vestisse de maneira engraçada, e pensasse ser roqueiro, nada que amor e carinho não dessem um jeito em 40 ou 50 anos de dedicação. O pior foram os maus conselhos, principalmente dos corvos, que na história original, genuína, se chamavam Perácio e Apolônio, mas que no roteiro adaptado foram mudados para Gerônimo e Dilúvio, o segundo que se encarregou, junto com um tal de Mefistófeles, de alcunha 'o gato', especializado em ligações clandestinas de eletricidade, das verbas de campanha, sim,  da campanha política em que se meteu a protagonista para fazer frente às despesas com o tratamento daquele filho. Enfim, nada deu certo e o filme acaba com a protagonista, já velha, ao lado de seu novo amor, já velho também, ao lado de seu filho, já velho também, todos vivendo da mesada de um antigo amor, já velho também, que os visita sempre, levando frutas frescas e fotos do Maradona, já velho também, agora técnico da seleção argentina de futebol. A última cena é quando os pais do menino, já velho, agora de cabelos brancos verdadeiros, mas sempre platinum, pega sua guitarra para atender aos pedidos de seus enternecidos progenitores: 'play it again...' Sé de lembrar, me arrepio todo. A câmera vai se retirando, até pegar a cidade inteira de São Paulo, ao som de Barbara Streissand cantando 'Free again', e o povo todo em festa, cantando junto. Nossa, até me emocionei."

Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL - 29/10/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram