terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Xibiu

de 2/11/2008 a 8/11/2008

"Sobre a nota "Xibiu" (Migalhas 2.019 - 4/11/08), não só concordo como acrescento que, o ministro como tucano que sempre foi e mau magistrado que é, –neobobo – desde sempre faz campanha para o Serra tentando infantilmente provocar a ministra Dilma."

Armando Silva do Prado - 4/11/2008

"Uma confusão a mais, uma citação manipulada, a distorção de um conceito, o uso inadequado e desonesto de um chiste, tudo isso 'faiz parte' como pontificava um mentecapto participante de uma das edições do BBB (Migalhas 2.019 - 4/11/08 - "Xibiu"). Agora pegar a expressão 'neo bobo' e arrotá-la como exemplo de fina ironia em bobagens ignaro-ideológicas, merece uma correção. Aí vai. A expressão 'neobobos' foi cunhada pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso para caracterizar e descrever a malta que enchia a boca, a torto e a direito com o que consideravam o xingamento definitivo aos que se alinhavam contra os ideais marxistas de Estado-godfather: 'neoliberais'! Portanto, 'neoliberais' de um lado,devidamente xingados como neoliberais. Neobobo é o pessoalzinho da inveja militante em busca da incompetência e pouco labor recompensados.Por falar nisso, o que esse pessoalzinho entende por neoliberal? É um pássaro, um avião..."

Alexandre de Macedo Marques - 5/11/2008

"Sr. diretor, quanto ao comentário de "Xibiu" (Migalhas 2.019 - 4/11/08) eu não concordo com as expressões de ambos que possam ofender ou denegrir quem quer que seja, entre migalheiros. Deve haver o respeito mútuo. Agora, quanto a comentários sobre ministros políticos, eu tenho convicção de que ninguém seria ministro se não fosse político e Ministro do STF político eu não admito a fórmula de nomeação,que deveria ser por concurso público. Logo, seria bom, que depois de nomeado, com a farsa de elevado saber jurídico, ficasse quietinho no seu canto e se limitasse a aplicar as leis, sem dar palpites políticos, mesmo porque, se não fosse político não estaria lá, com saber jurídico ou não, o que (diga-se de passagem) muitos não comprovam o tal saber jurídico,nas suas decisões: Vêem-se pelos habeas corpus dados a marginais. Basta, pois, ser amigo do rei para estar lá. O que precisa é mudar a fórmula, se quisermos justiça. Atenciosamente."

Olavo Príncipe Credidio – advogado, OAB 56.299/SP - 5/11/2008

"Meu Deus, fusão de bancos, concentração do capital, oligopólio, desemprego de bancários à vista e a prazo, virada no mundo, e nem assim certas pessoas aprendem que 'neobobos' agora, comprovadamente, são os eleitores de FHC e os fanzocos da sua tropa de choque (Migalhas 2.019 - 4/11/08 - "Xibiu")! Cadê o Malan? Tô morrendo de saudades dele!"

Abílio Neto - 5/11/2008

"Apareceu especialista em 'neobobo' que, infelizmente para ele, se define e se desautoriza pela suas próprias algaravias e pretensões. Como diz Abílio Neto, tem sábios, sabidos e sabichões. Agora, quem são os neobobos?"

Armando Silva do Prado - 5/11/2008

"Quem é neobobo hoje? É o 'neoliberal' que viu a religião fundamentalista do mercado desmanchar no ar."

Armando Silva do Prado - 5/11/2008

"A dupla 'Chutãozinho & Goróró' é impagável. Estão vivendo grandes momentos na arte do besteirol. É nossa obrigação saudar a dupla de humoristas à maneira do velho Guerreiro, 'palmas prós gajos que eles merecem'. Ainda com a colaboração de FHC aplaudamos os reis do 'nhê-nhê-nhê', em nova fase pós 'neo-bobos em tempos de cólera'. No mais, citando o Macaco Simão, 'podem ir indo que eu não vou... PT, saudações'."

Alexandre de Macedo Marques - 6/11/2008

"Caro redator migalheiro, o Ministro Gilmar Mendes, ao dizer que o terrorismo é crime imprescritível, apenas corrigiu gentilmente a Ministra Dilma (Migalhas 2.019 - 4/11/08 - "Xibiu"). O crime de tortura é passível de prescrição. A Ministra errou, foi além de suas sandálias. Abraços,"

Oswaldo Loureiro - advogado - 6/11/2008

"Ligue não, Armando! Deixemos o Zé Vasconcelos com os seus delírios diários, tipo ‘Eu Sou o Espetáculo’ no seu tradicional estilo rococó!"

Abílio Neto - 6/11/2008

"Quá! quá! quá! Os comentários, cada vez mais tolos, revelam duas coisas. Maus bofes e baixo nível! Zé Vasconcelos? Quem é? Fui ver do que se tratava com um amigo que entende de coisas bizarras. Desconfiava que tinha algo familiar com um dos contendores, metido a entendido em exotismos. Bingo, tinha! Humor pernambucano, tipo Beberibe e Capiberibe se juntam para formar o Oceano Atlântico. O meu amigo explicou-me a piada. Achei-a meio patológica. Tá explicado. Parabéns! No mais pode convocar o parceiro. Estamos em plena temporada de 'asinum asinus fricat'. Divirtam-se rapazes! Vocês são demais. Ainda vão tirar o brilho do outro humorista pernambucano, o Luís Ignácio. Rindo, com gosto, de tanta baboseira, quá! quá! quá! Palmas e um bacalhau!"

 

Alexandre de Macedo Marques - 6/11/2008

"Estilo rococó apimentado com a sapiência rábulo chicaneira vira-latas."

Armando Silva do Prado - 7/11/2008

"O ataque de estúpida fúria paranóica que acometeu os dois proclamados 'esquerdistas' revela a patologia rançosa da dupla. A razão e o juízo, já perderam há muito tempo. Agora abandonaram a compostura, se é que em algum momento da vida a possuíram. Na carência de recursos intelectuais caem no palavreado chulo de discussão em boteco. E no uso da única coisa que lhes faz sentido - como auto-proclamados esquerdistas: desqualificar o oponente. A cada um, um recado: vai procurar a tua turma, infeliz!. Tchim!Tchim! e ciao!"

 

Alexandre de Macedo Marques - 7/11/2008

"Dou por cumprida a missão de desmascarar os dois alucinados petralhas. Assim não mais me darei à deliciosa tarefa de enraivecê-los. Se as divertidas criaturas sentirem falta, sugiro que nas noites de lua cheia mirem,caninamente, a lua. Talvez seja mais poético. Talvez as suas atribuladas mentes tenham um pouco de sossego. Agradeço os bons momentos que me proporcionaram e as boas gargalhadas que dei ao ler os 'piropos' com que honraram a minha modesta biografia. Idiotas do mundo, sossegai! Bênçãos."

 

Alexandre de Macedo Marques - 7/11/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram