domingo, 25 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Benito e Rachele

de 23/11/2008 a 29/11/2008

"Informa o Estadão de hoje que um partido de extrema direita da Itália está oferecendo 1.500 euros a pais que puserem em seus filhos o nome do ditador fascista Benito Mussolini ou de sua mulher Rachele Guidi, afirmando que tais nomes estão ameaçados. O partido é o MSI-Fiamma Tricolore, sucessor do Partido Fascista, que age na região pobre da Basilicata e explica sua intenção de manter vivos os nomes em 'risco de extinção', além de prestar um tributo às raízes do movimento. Considerando a cotação atual do euro, além do fato de que os nomes Benito e Rachele são comuns no Brasil (basta consultar a lista telefônica de São Paulo, por exemplo), se o tal partido estiver pagando o mesmo prêmio a interessados aqui no nosso país, essa iniciativa vai acabar em uma nova bolsa família, com toda a certeza. Aliás, só de Mussolini, em São Paulo há centenas, assim como uma dúzia de Hitler, inclusive dois Adolf Hitler, como o velho Adolf. De mais a mais, a política de hoje em dia, em que os cidadãos são cada vez menos cidadãos e cada vez apenas mais contribuintes, pagantes de uma conta que não se sabe qual e nem de que valor exatamente, tem, sem dúvida, alguma semelhança com a do antigo Benito: 'Tutto nello Stato, niente al di fuori dello Stato, nulla contro lo Stato' ('Tudo no Estado, nada fora do Estado, nada contra o Estado')."

Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL - 26/11/2008

"E por falar em bolsa família, caro Wilson, outro nome muito comum em nosso país é o do digníssimo presidente da República. Com ou sem o 'Lula' no meio, brotam, principalmente no interior do estado de São Paulo - por que será? - os nomes Luiz Inácio da Silva. Basta uma conferida na lista telefônica. Por mais absurda que seja a idéia, espero sinceramente que no futuro o partido que não-deve-ser-nomeado tenha que pagar para evitar a extinção do nome, agora que a utopia parece ter acabado - ufa!..."

Anna Lins - 27/11/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram