sexta-feira, 23 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Milagres da mídia

de 23/11/2008 a 29/11/2008

"Depois que a mídia transformou a horrorosa Madonna em símbolo sexual, tudo é possível. Há quem diga que Barak Obama, recém eleito Presidente dos EUA, também é um milagre produzido pela mesma mídia. Estou começando a desconfiar de que se trata de uma verdade, por ora nem grande e nem pequena. Apenas uma verdade. Algumas atitudes suas, assim como seu silêncio, indicam que a crise do Oriente Médio, que se arrastou durante todo o governo do xerife-terrorista Bush, não será resolvida satisfatoriamente em curto prazo. Até agora, nenhuma manifestação sua contra o prolongado sofrimento dos palestinos e as 'tratativas' que estão sendo feitas para a permanência das tropas americanas no Iraque, por mais três anos. Pra quê? Para restaurar a 'paz', que só seria viável com a retirada das forças de colisão daquele país? Para impor ao seu povo uma suposta democracia que nada tem a ver com a tradição muçulmana? A única justificativa plausível para a permanência das tropas americanas no Iraque, dar-se-ia com a troca das armas e equipamentos bélicos por pás, enxadas, picaretas, tratores e muitos dólares para reconstrução do país, que destruíram amparados em deslavadas mentiras!"

Romeu A. L. Prisco - 24/11/2008

"Prezado Prisco. Quando o amigo se referiu a forças de 'colisão', foi um equívoco de digitação e o certo seria 'coalizão', ou um ato falho? Afinal, 'colisão' seria mais próprio, em se tratando do assunto, já que significa 'discórdia', 'desarmonia', 'divergência', 'conflito', que é o que, de fato, ocorre naquela área, enquanto que 'coalizão' significa 'aliança de nações', o que poderia servir, também, mas devemos lembrar que, do ponto de vista jurídico, pode significar uma aliança, de caráter criminoso, para impedir ou dificultar a concorrência, visando ao aumento de lucros arbitrários o que, pensando bem, também se aplica ao caso."

Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL - 26/11/2008

"Não, caro Wilson, não foi erro de digitação e nem engano vocabular. Sempre empreguei o termo 'colisão' proposital e conscientemente. Só que, antes, o fazia entre aspas e agora não mais. 'Colisão', para mim, no caso, relaciona-se com o verbo 'colidir' e é assim que vejo as tropas americanas no Iraque: trombando, colidindo, abalroando, tal qual um 'brutamontes' contra um anão!"

Romeu A. L. Prisco - 26/11/2008

"Desfeita a dúvida, caro Prisco, e estabelecido o termo 'colisão' que, por certo é o mais apropriado, quero aqui deixar para sua apreciação, dois filminhos, o primeiro sobre a 'Operação Iraqui Freedom' e o segundo sobre aquele país, antes e depois da 'ajuda' norte-americana (clique aqui). A propósito, pode ser que Obama esteja muito ocupado com a crise financeira, mas a verdade é que a questão do Iraque não foi mais ventilada, apesar de que a saída dos americanos daquele país sem dúvida representar uma enorme economia (clique aqui)..."

 

Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL - 27/11/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram