sexta-feira, 23 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Atendimento ao consumidor

de 30/11/2008 a 6/12/2008

"As novas regras para o telemarketing vão garantir mais respeito aos clientes (Migalhas 2.038 - "Alô ?")? A partir desta 2ª. feira, 1/12, as empresas prestadoras de serviços, reguladas por agências federais, tais como a Anatel, Aneel etc., terão de atender as determinações contidas no Decreto 6523. Caso haja efetiva fiscalização, certamente os consumidores terão seus direitos garantidos. Do contrário, as regras cairão no esquecimento. Em caso de descumprimento das regras os consumidores poderão acionar os Procons. As empresas estarão sujeitas a multa de R$ 200 a R$ 3 milhões."

Armando Bergo Neto – advogado, OAB/SP 132.034 - 2/12/2008

"Essa história de regulamentar os call centers vai dar os mesmos resultados que sempre deram e continuam dando as filas para atendimento prioritário em bancos, por exemplo (Migalhas 2.038 - 1/12/08 - "Alô ?"). Fazem um só fila para atender gestantes, mulheres com criança no colo, idosos e portadores de deficiência física. Resultado: a fila acaba ficando muito maior que as filas de não prioritários."

Geraldo Alaécio Galo - 2/12/2008

"Suas preces, caro Prisco, foram atendidas (Migalhas 2.038 - 1/12/08 - "Alô ?"). Mas, certamente, seus problemas não terminaram, e nem terminarão. A considerar as notícias de ontem, o primeiro dia da nova lei, após seis meses que tiveram para que se preparassem para implementá-la, nada vai acontecer. Talvez seja mais uma daquelas que 'não vai pegar'. São call centers espalhados por aí, às centenas, com milhares de despreparados, com respostas pré-prontas, sem qualquer possibilidade de resolver o que quer que seja. Há muito tempo que esses serviços de 'atendimento' não são de atendimento, mas apenas de 'fingir que atendem', enquanto tentam dissuadir o interessado de reclamar qualquer coisa, pelo cansaço. É o mesmo sistema utilizado pelos negociadores da polícia em caso de seqüestros. O negócio é cansar a outra parte com perguntas e mais perguntas, de modo a desestimular qualquer atendimento. Como ninguém tem tempo para passar horas a fio no telefone, pagando impulsos e mais impulsos para nada conseguir, a desistência é certa. É para isso que esse pessoal foi preparado. Muita educação e nenhum atendimento. Por isso, seis meses foram muito pouco para adaptar o 'sistema'. Seis anos seria, igualmente muito pouco. Porque não se trata de adaptar o sistema, mas de 'criar' um sistema de atendimento que não existia, que nunca existiu. Coisa nova, para a qual serão necessárias equipes totalmente novas, não viciadas como as existentes e, com certeza, com mais preparo intelectual. Atender é uma coisa, repetir papagaiadas é outra, muito diferente. O que se vinha fazendo, qualquer um poderia fazer. O que a lei exige é atendimento. E isso, minha gente, ninguém está preparado para oferecer."

Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL - 2/12/2008

"De fato, amigo Wilson, mas, não só as minhas preces foram ouvidas, como também devem ter sido lidos alguns dos inúmeros textos que enviei à Anatel, Aneel, Procon, Juizados Especiais, sítios de grupos, 'blogs', inclusive à imprensa virtual e convencional, neles manifestando o meu protesto e a minha revolta contra o péssimo atendimento das 'Centrais de Tortura'. Destarte, ainda que com uma parcela do tamanho de um átomo, sinto-me um pouquinho responsável pela edição das novas normas regulamentadoras de funcionamento dos 'call centers'. Agora, quanto a vingar, ou 'pegar', tais normas, vai depender exclusivamente dos seus beneficiários, que deverão continuar mantendo a boca no trombone, em alto e bom som! Acabei de dar um 'chega pra lá' no atendimento da 'net', acenando-lhe com a abertura de inquérito policial, para apuração da contravenção penal prevista no artigo 65 do respectivo decreto-lei e posteriores modificações. Com as nossas ações e exemplos, ainda faremos, através dos nossos descendentes, um Brasil melhor."

Romeu A. L. Prisco - 4/12/2008

"Amigo Wilson, clique aqui e leia a mensagem que enviei à 'net', resolvendo rapidinho uma pendência que já se arrastava por alguns meses entre aquela empresa e um dos meus filhos. Foi 'vapt-vupt' no mesmo dia!"

Romeu A. L. Prisco - 4/12/2008

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram