domingo, 25 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Corrupção

de 18/1/2009 a 24/1/2009

"Infelizmente, o Brasil parece estar se acostumando com as corrupções praticadas por seus políticos, passando a achar aceitável os casos daqueles que ‘roubam só um pouquinho’. É mais ou menos a aplicação prática daquela cínica tese de que quando o estupro é inevitável, a melhor alternativa é relaxar e gozar. Tudo aquilo que antes era publicamente condenável, e exemplarmente combatido, hoje em dia passou a ser tolerado como se fosse algo impossível de controlar. A sociedade chegou ao ponto de admitir que apropriação do dinheiro público, tráfico de influência, fraudes eleitorais e mesmo o uso da máquina administrativa em proveito próprio ou de apadrinhados, sejam inseridas no rol de estratégias naturalmente agregadas no cotidiano de qualquer político. Nesses modernosos tempos de frouxidão ética, a mentira e a desonestidade explícita, que antes depunham contra qualquer político, passaram a ser não só toleradas como também interpretadas como sinal de sagacidade, inteligência, esperteza ou coisa que o valha. Os exemplos são muitos, e estão aí para quem quiser ver. Assim não tem Democracia que resista! Um dia a casa cai!"

Júlio Ferreira - Recife/PE - 19/1/2009

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram