quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Ossos do ofício

de 17/10/2004 a 23/10/2004

“O grande erro do presidente Lula é não desconfiar daqueles que observando-o de perto, não conseguem admitir sua gradativa glorificação. Eles, inconscientemente, se recusam a ratificá-lo; por outro lado, o povo o aceita muito bem. Se conseguir se livrar deles, em vez de uma militância interrompida, poderá ter uma apoteose prolongada, com soberba fruição da estima popular, à altura de um verdadeiro grande líder. Apesar da sua sagacidade, tem alguma ingenuidade, ignora que seus íntimos são os piores inimigos de seu engrandecimento.”

Conrado de Paulo - 20/10/2004

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram