quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Parentes no CNJ

de 30/1/2005 a 5/2/2005

"Acabo de ler a notícia de que, em reunião realizada nesta quarta-feira, os presidentes dos tribunais superiores decidiram que os membros da sociedade civil escolhidos para integrar o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) não poderão ser parentes de magistrados. Muito bem: é louvável a restrição. Mereceria ainda mais aplausos se também se aplicasse aos demais membros do mesmo Conselho. Afinal, se um representante da sociedade civil não deve ser parente de magistrado, porque um representante da Magistratura, por exemplo, pode sê-lo?"

Guido Pinheiro Côrtes - Escritório de Advocacia Guido Pinheiro Côrtes - 3/2/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram