segunda-feira, 26 de outubro de 2020

PÍLULAS

Publicidade

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Baú migalheiro

(Imagem: Arte Migalhas)

Em 26 de outubro de 1946, há 74 anos, nasceu em Sobral/CE, Antônio Carlos Belchior, mais conhecido como Belchior, cantor e compositor brasileiro. Foi um dos primeiros cantores de MPB do nordeste brasileiro a fazer sucesso nacional, em meados da década de 1970. Em 1983, Belchior fundou sua própria produtora e gravadora, Paraíso Discos, e, em 1997, tornou-se sócio do selo Camerati. Seu álbum Alucinação é considerado por vários críticos como o mais revolucionário da história da MPB e um dos mais importantes de todos os tempos. Belchior morreu em 30 de abril de 2017, aos 70 anos, na cidade de Santa Cruz do Sul por um aneurisma da aorta.

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Recordação

(Imagem: Flickr - STJ)

Nunca é demais recordar memorável voto do ministro Nefi Cordeiro. Na ocasião, S. Exa. disse, com muita sabedoria, que juiz não é herói contra o crime. Aliás, nunca é demais também recordar o conhecimento jurídico do ministro, que abrilhanta o Tribunal da Cidadania. Veja o vídeo com o lapidar voto. 

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Pique-pique

(Imagem: STJ)

Aos aniversariantes migalheiros do dia, enviamos nosso abraço. E o fazemos em nome do ministro aposentado Antônio de Pádua Ribeiro, do STJ, que assiste hoje às comemorações de seu aniversário.

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Baú migalheiro

(Imagem: Pexels)

Em 22 de outubro de 1954, há 66 anos, faleceu o escritor Oswald de Andrade, um dos grandes nomes do modernismo literário brasileiro. Foi autor do Manisfesto da Poesia Pau-Brasil e do Manifesto Antropófago, um dos marcos do modernismo. Também publicou o primeiro livro de poemas do modernismo brasileiro, chamado Pau-Brasil. Com suas ideias, Oswald foi um vanguardista, e teria sido o primeiro brasileiro, cronologicamente, a influenciar o movimento literário brasileiro de maior repercussão internacional, o concretismo. Mais tarde, influenciou outros movimentos como o Tropicalismo.

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Pique-pique

(Imagem: Sergio Amaral/STJ)

Aos aniversariantes migalheiros do dia, enviamos nosso abraço. E o fazemos em nome da ilustre ministra Laurita Vaz, do STJ, que assiste hoje às comemorações de seu aniversário. Parabéns!

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Baú migalheiro

(Imagem: Reshot)

Em 21 de outubro de 1889, há 131 anos, morreu, em Petrópolis, Rio de Janeiro, Irineu Evangelista de Sousa, o Barão e depois Visconde de Mauá. Foi considerado o primeiro grande industrial brasileiro por seu pioneirismo em várias áreas da economia do país. Entre suas grandes realizações estão a implantação da primeira fundição de ferro e estaleiro no país, a construção da primeira ferrovia brasileira, a estrada de ferro Mauá, entre outras. Em 1875, ocorreu a falência do Banco Mauá, e Visconde teve que vender boa parte das suas empresas e bens pessoais para saldar dívidas. Doente e com a ajuda da família, trabalhou com a corretagem de café até sua morte, aos 76 anos, pouco antes da queda do Império no Brasil.

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Baú migalheiro

(Imagem: Pixabay)

Em 20 de outubro de 1823, há 197 anos, faleceu José Correia Picanço, 1º Barão de Goiana, nascido em Pernambuco. Formou em medicina pela Faculdade de Montpellier, na França. Voltou ao Brasil em 1807, com a família real portuguesa, foi lente do primeiro curso de cirurgia criado no país, em Salvador. Foi cirurgião-mor da Casal Real e o primeiro médico a praticar a operação cesariana no Brasil. Foi quem assistiu ao parto da Imperatriz Leopoldina, quando do nascimento de D. Maria da Glória, futura rainha de Portugal.

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Baú migalheiro

(Imagem: Reprodução)

Em 19 de outubro de 1913, há 107 anos, nasceu Vinícius de Moraes, um dos maiores poetas e compositores da música brasileira. Natural do Rio de Janeiro, foi também diplomata, dramaturgo e jornalista. Sua produção artística é grande e variada, com criações musicais, teatrais, literárias e cinematográficas. Por conta de sua carreira diplomática, morou em Los Angeles, onde estudou cinema. Mais tarde, em 1958, deu início ao movimento da bossa nova. Em 1967, ocorreu a estreia do filme Garota de Ipanema e, em 1969, foi exonerado do Itamaraty. Quando voltava de uma viagem da Europa, em 1979, sofreu um derrame cerebral no avião. No ano seguinte, morreu no dia 9 de julho, de edema pulmonar, no Rio de Janeiro.

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Baú migalheiro

(Imagem: Reprodução)

Em 16 de outubro de 1929, há 91 anos, nasceu Arlette Pinheiro Esteves da Silva, conhecida como Fernanda Montenegro e considerada a grande dama da televisão brasileira. Natural do Rio de Janeiro, Fernanda iniciou a carreira em 1950. No começo da década de 60 se mudou para São Paulo, onde trabalhou em várias peças de teatro e começou a carreira na televisão. Em 1985, foi convidada pelo então presidente da República, José Sarney, para ser ministra da cultura. Obteve o apoio de toda a classe artística e da opinião pública, mas recusou por saber não ser essa a sua real vocação. Ganhou o Urso de Prata, no Festival de Cinema de Berlim. 

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Baú migalheiro

(Imagem: Pixabay)

Em 15 de outubro de 1844, há 176 anos, nasceu em Rocken, na Alemanha, Friedrich Wilhelm Nietzsche, filósofo e poeta alemão, considerado um dos pensadores modernos mais influentes do século XIX. Ao longo de sua carreira, realizou exaustiva crítica à cultura, religião e filosofia ocidental por meio da desconstrução dos conceitos e de análises das atitudes morais da vida. Sua obra exerceu grande influência nas futuras gerações de teólogos, filósofos, psicólogos, poetas, novelistas e dramaturgos. Nietzsche morreu no dia 25 de agosto de 1900, em Weimar. 

Publicidade