quinta-feira, 4 de março de 2021

PÍLULAS

Publicidade

Baú migalheiro

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Há 60 anos, no dia 27 de janeiro de 1960, morreu, no Rio de Janeiro, vítima de um ataque cardíaco, Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, político, diplomata e advogado brasileiro. Nascido em Alegrete/RS, no dia 15 de fevereiro de 1894, Aranha foi grande amigo e aliado de Getúlio Vargas. Atuou como ministro das pastas da Justiça e da Fazenda, tornou-se embaixador em Washington em 1934 e, anos mais tarde, presidiu a II Assembleia Geral da ONU, que determinou a criação do Estado de Israel. Em 1953, voltou ao ministério da Fazenda com o objetivo de tirar o Brasil de uma crise econômica mas, com a morte de Vargas, deixou o governo. Durante o Governo JK, voltou para a ONU mas, depois, largou a vida pública.

t

Grande apreciador da boa comida, ele sempre ia ao restaurante Cosmopolita, no RJ, onde pedia bife com bastante alho, acompanhado de batatas portuguesas, arroz branco e farofa. O prato ficou tão conhecido que ganhou o nome de Filé à Osvaldo Aranha, uma refeição tipicamente carioca.

t

Atualizado em: 27/1/2020 11:43