quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Migalhas

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

STF cassa liminar que permitia ao des. paulista Pedro Luiz Ricardo Gagliardi exercer atividades em loja maçônica

Sem julgamento de mérito, já que não houve manifestação do impetrante, a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, do STF, cassou a liminar que permitia ao desembargador paulista Pedro Luiz Ricardo Gagliardi exercer atividades em loja maçônica simultaneamente as funções do cargo de desembargador.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010


Bode

STF cassa liminar que permitia a desembargador exercer atividades em loja maçônica

Sem julgamento de mérito, já que não houve manifestação do impetrante, a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, do STF, cassou a liminar que permitia ao desembargador paulista Pedro Luiz Ricardo Gagliardi exercer atividades em loja maçônica simultaneamente as funções do cargo de desembargador.

Em abril de 2007, a ministra havia deferido liminar no MS 26551 (clique aqui), impetrado por Gagliardi, que pedia para continuar exercendo atividades em loja maçônica.

O MS questionava decisão do CNJ que, em reclamação disciplinar, decidiu pela impossibilidade do magistrado exercer, ao mesmo tempo, seu cargo de desembargador no TJ/SP e as funções de Grão Mestre na Grande Loja Maçônica.

________________
____________

Leia mais

  • 26/4/07 - Deferida liminar para o desembargador Pedro Luiz Ricardo Gagliardi que exerce atividades em loja maçônica - clique aqui
  • 27/3/07 - Decisão do CNJ envolvendo o desembargador do TJ/SP Pedro Luiz Ricardo Gagliardi - clique aqui.
  • 16/4/07 - Chega ao Supremo MS de desembargador que exerce atividades em Loja Maçônica - clique aqui.

______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 18/2/2010 10:46