terça-feira, 24 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Resultado do sorteio da obra "Dicionário de Direito, Economia e Contabilidade Português-Inglês/Inglês-Português"

Veja quem ganhou o exemplar do "Dicionário de Direito, Economia e Contabilidade Português-Inglês/Inglês-Português" (Forense - 3ª edição - 999p.), de Marcílio Moreira de Castro, e confira sobre o lançamento que acontece hoje, na Livraria Martins Fontes (av. Paulista, 509 - São Paulo/SP), às 19h.

quarta-feira, 7 de abril de 2010


Sorteio e lançamento de obra

O "Dicionário de Direito, Economia e Contabilidade Português-Inglês/Inglês-Português" (Forense - 3ª edição - 999p.), de Marcílio Moreira de Castro, inclui em seu conteúdo mercado de capitais, finanças, comércio exterior, negócios e jornalismo econômico e financeiro.

Hoje, o autor lança o glossário na Livraria Martins Fontes (av. Paulista, 509 - São Paulo/SP), às 19h.


"Das traduções de textos técnicos, a tradução jurídica é a mais difícil. O primeiro motivo está no fato de as outras Ciências, seja Medicina, Engenharia, Matemática, Biologia, Economia, Contabilidade, Informática ou Administração, serem Ciências Universais. Isto é, sofrem poucas modificações de país para país. O corpo humano, as doenças, as construções, os números, os métodos de administração, os computadores e os seres vivos são basicamente os mesmos em todo o mundo.

O Direito, todavia, é a exceção. Cada país possui seus próprios institutos jurídicos, regras e terminologia. Além disso, existem no mundo vários sistemas jurídicos completamente diferentes. Por exemplo, o Brasil adota o Civil Law, enquanto o Direito dos Estados Unidos e da Inglaterra é o Common Law. Em consequência, existem diversos casos de equivalência zero, isto é, institutos que existem em um país, mas são ausentes no outro. Ou institutos similares, mas com diferenças marcantes. Igualmente, existem verbos e expressões jurídicas típicas em um país e ausentes no outro.

Em segundo lugar, a linguagem jurídica é caracterizada pelo formalismo, até mesmo pelo excesso de formalismo. Este é outro fator que dificulta a tradução jurídica, pois, além das palavras e expressões, o tradutor deve ter domínio do estilo da linguagem do Direito.

Este Dicionário supera tais obstáculos. Quando comecei a trabalhar em tradução jurídica, enfrentei grande dificuldade em razão da ausência de dicionários bilíngues para a tradução e a redação de textos em Direito. Os dicionários existentes continham apenas termos, não traduziam expressões e não traziam notas explicativas sobre as diferenças entre os sistemas jurídicos.

A título de exemplo, o termo de Direito Processual "revelia". Os outros Dicionários traduzem o termo "revelia" por "default". Mas de que adianta saber que "revelia" em inglês é "default"?

O tradutor não traduz termos; traduz expressões dentro de contextos. E a frase no contexto era "O réu foi julgado à revelia". Pois bem, como estruturar esta frase em inglês, utilizando o termo "default"? A presente obra soluciona este problema. Os verbetes vêm acompanhados da tradução de várias expressões e de termos relacionados, e de inúmeros exemplos retirados de obras originais do Brasil, dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Outro fator que encorajou a construção deste Dicionário é a preponderância do inglês no mundo do Direito, da Economia e da Contabilidade. O inglês é a língua franca mundial. A maioria das transações internacionais, ou quase todas, são realizadas em inglês. Esta língua é escolhida como o idioma oficial mesmo quando nenhuma das várias partes envolvidas é nativa no inglês.

O inglês é a principal língua utilizada em cooperação jurídica internacional, em contratos internacionais, na cooperação entre as polícias de diferentes países, nos principais órgãos internacionais, na Organização das Nações Unidas, na Corte Internacional de Justiça, na União Europeia, na Organização. Mundial do Comércio, no Banco Mundial.

E o Brasil está cada vez mais inserido neste contexto, tornando ainda mais necessária a existência de um confiável e abrangente Dicionário, que possa efetivamente auxiliar todos os profissionais e estudiosos do Direito, da Economia e da Contabilidade." O autor

Sobre o autor :

Marcílio Moreira de Castro é tradutor público e intérprete comercial no Estado de Minas Gerais. É advogado, graduado pela UFMG.

_______________

 Ganhadora :

Luciana Schuster, da CTA Continental Tobaccos, de Santa Cruz do Sul/RS







____________

Adquira já o seu :












__________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/4/2010 09:45