sábado, 24 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Magistrados e servidores já contam com Manual de Redação no TJ/DF

O TJ/DF lançou, na tarde de ontem, 14/4, o Manual de Redação Oficial da Casa. Prestigiaram o evento, o presidente do TJ/DF, Des. Nívio Geraldo Gonçalves, o desembargador Mário Machado, o juiz assistente da presidência, James Eduardo Oliveira, o chefe de gabinete da presidência, Charleston Reis, a Coordenadora do Núcleo de Revisão Textual (NURT), Karla Guimarães e a Secretária-Geral do TJ/DF, Ivana Ueda.

quinta-feira, 15 de abril de 2010


Manual

Magistrados e servidores já contam com Manual de Redação no TJ/DF

O TJ/DF lançou, na tarde de ontem, 14/4, o Manual de Redação Oficial da Casa. Prestigiaram o evento, o presidente do TJ/DF, desembargador Nívio Geraldo Gonçalves, o desembargador Mário Machado, o juiz assistente da presidência, James Eduardo Oliveira, o chefe de gabinete da presidência, Charleston Reis, a Coordenadora do Núcleo de Revisão Textual (NURT), Karla Guimarães e a secretária-geral do TJ/DF, Ivana Ueda. Com a chegada do Manual, magistrados e servidores ganharão mais um apoio para facilitar a redação da correspondência oficial.

Durante o discurso, o presidente Nívio ressaltou que tinha como meta de gestão padronizar a redação e os documentos oficiais da Casa. "Graças ao Manual será possível disseminar de forma didática os conhecimentos em redação oficial", assegurou. Para ele, esse trabalho reforça o ideal de aprimoramento constante que o TJ/DF busca, e que o coloca na posição de vanguarda junto ao Judiciário brasileiro.

Ainda no discurso, o presidente agradeceu aos responsáveis pela iniciativa, lançando oficialmente o Manual. "É com grande satisfação que passo às mãos dos magistrados e valorosos servidores o Manual que constituirá prestimosa fonte de consulta", comemorou.

Ao receber a palavra, a coordenadora do Núcleo de Revisão Textual (NURT), Karla Guimarães, agradeceu ao desembargador Nívio a oportunidade de concretizar o Manual, destacando que o livro foi pensado para auxiliar servidores e magistrados na hora de montar os textos oficiais. "Que este Manual possa atender às necessidades reais dos servidores, solucionando as dúvidas", assegurou. E ainda agradeceu à equipe pelo trabalho, dizendo que todos foram "impecáveis", além de elogiar o Subsecretário de Serviços Gráficos, Sérgio da Silva, pela "atenção inquestionável" que ele deu ao Projeto.

Sobre o Manual

O Manual possui três capítulos que abordam as áreas de Redação Oficial, com as regras para elaboração dos atos normativos e da correspondência oficial do TJ/DF; Gramática Essencial, que traz um resumo dos principais tópicos da Gramática Normativa necessários para a prática da boa redação, e Dúvidas Recorrentes, com um rol de dúvidas frequentes em textos jurídicos e administrativos do TJ com comentários construtivos e enriquecedores.

Segundo do NURT, o Manual não tem a pretensão de ser uma obra exaustiva sobre as dúvidas frequentes que ocorrem a quem escreve, mas seletiva. Trata-se, de um convite ao estudo da Língua Portuguesa e, em especial, da Redação Oficial. O Núcleo garante que pretende aperfeiçoá-lo em edições posteriores com as preciosas observações que certamente advirão dos usuários.

Sobre o NURT

O Núcleo de Revisão Textual - NURT foi implantado para dar apoio na área de Língua Portuguesa, à presidência, à vice-presidência e à Corregedoria desta Corte.

Esse apoio consiste na revisão de documentos oficiais e de outros textos confeccionados nos gabinetes da Administração Superior. O Núcleo revisa também a produção textual das secretarias e das subsecretarias, desde que os textos sejam subscritos pelas autoridades dos mencionados órgãos.

___________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 15/4/2010 09:30