sábado, 24 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

TJ/SC afasta pretensão indenizatória de familiares de ex-fumante

A 2ª câmara Cível do TJ/SC confirmou no dia 6/5, por unanimidade, decisão de 1ª instância e rejeitou a ação indenizatória proposta pelos familiares do ex-fumante Julio Soratto contra a fabricante de cigarros Souza Cruz. Segundo a empresa, o TJ/SC já rejeitou outras 17 ações indenizatórias similares por danos atribuídos ao consumo de cigarros. Em âmbito nacional, existem mais de 570 pronunciamentos judiciais, de 1ª e 2ª instâncias, rejeitando esse tipo de demanda, totalizando 291 casos encerrados.

domingo, 9 de maio de 2010


Fumo

TJ/SC afasta pretensão indenizatória de familiares de ex-fumante

A 2ª câmara Cível do TJ/SC confirmou no dia 6/5, por unanimidade, decisão de 1ª instância e rejeitou a ação indenizatória proposta pelos familiares do ex-fumante Julio Soratto contra a fabricante de cigarros Souza Cruz. Segundo a empresa, o TJ/SC já rejeitou outras 17 ações indenizatórias similares por danos atribuídos ao consumo de cigarros. Em âmbito nacional, existem mais de 570 pronunciamentos judiciais, de 1ª e 2ª instâncias, rejeitando esse tipo de demanda, totalizando 291 casos encerrados.

O caso catarinense teve início em 2003 com uma ação indenizatória proposta pelos familiares do ex-fumante Julio Soratto na 3ª vara Cível de Criciúma. Em síntese, os autores alegam que o Sr. Julio teria falecido em decorrência de males respiratórios que atribuem, exclusivamente, ao consumo de cigarros das marcas fabricadas pela Souza Cruz. Como reparação, solicitavam indenização por danos morais em valor a ser determinado em juízo.

No entanto, o juiz de 1ª instância rejeitou os pedidos indenizatórios com base, dentre outros argumentos : no livre arbítrio dos consumidores em optar (ou não) por fumar, já que a decisão de consumir o produto é uma questão de livre escolha; na ausência de nexo causal direto e imediato entre os danos alegados e o consumo de cigarros; e na licitude da atividade de produção e comercialização de cigarros.

Segundo a Souza Cruz, a decisão confirmada pelo TJ/SC ressalta que "a alegação de que o produto é defeituoso não merece guarida (...) as indústrias fumageiras não podem ser responsabilizadas tão-somente por sua colocação no mercado, isto porque eventuais prejuízos decorrentes do consumo do fumo são razoavelmente esperados e decorrentes da sua normal fruição". O juiz concluiu ainda que "sendo os males provocados pelo consumo de cigarro há muito conhecidos e divulgados, a vítima começou a fumar por vontade própria, o que caracteriza a sua culpa exclusiva".

Os autores recorreram, levando o caso à 2ª câmara Cível do TJ/SC. No entanto, os desembargadores confirmaram a decisão de 1ª instância e rejeitaram os pedidos indenizatórios. Até o momento, segundo a empresa, já foram propostas 53 ações dessa natureza contra a Souza Cruz em Santa Catarina, sendo que o Judiciário catarinense já proferiu 53 decisões, de 1ª e 2ª instâncias, afastando tais pretensões indenizatórias, totalizando 25 casos já encerrados.

De acordo com a Souza Cruz, até o momento, do total de 608 ações judiciais ajuizadas contra a Companhia desde 1995 em todo o país, pelo menos 395 possuem decisões rejeitando tais pretensões indenizatórias (291 definitivas) e 15 em sentido contrário (as quais estão pendentes de recurso). Em todas as 291 ações com decisões definitivas já proferidas pelo Judiciário brasileiro, as pretensões indenizatórias dos fumantes, ex-fumantes ou seus familiares foram afastadas.

____________________
_________________

Leia mais

  • 31/3/10 - TJ/SP afasta pretensão indenizatória de fumante - clique aqui.
  • 7/3/10 - TJ/RJ rejeita ação indenizatória de viúva contra a Souza Cruz - clique aqui.
  • 25/1/10 - TJ/SP afasta pretensão indenizatória de ex-fumante de Santos - clique aqui.
  • 7/12/09 - TJ/RS reverte decisão e afasta pretensão indenizatória de ex-fumante - clique aqui.
  • 30/11/09 - Lei que proíbe fumo em áreas coletivas e extingue fumódromos está em vigor no PR - clique aqui.
  • 6/10/09 - Órgão Especial do TJ/RJ julga inconstitucional decreto municipal antifumo - clique aqui.
  • 30/9/09 - Paraná sanciona lei que proíbe fumar em lugares fechados - clique aqui.
  • 22/9/09 - Juiz Federal Aluisio Mendes fala em entrevista à revista Habeas Data sobre projeto que cria uma nova lei das ações coletivas e sobre acesso universal à Justiça - clique aqui.
  • 4/9/09 - Lei lusitana limita o consumo do tabaco desde janeiro de 2008 - clique aqui.
  • 1/9/09 - TRF da 1ª região nega pedido do Sindfumo e mantém divulgação de frases e imagens de advertência em propagandas e embalagens de cigarros - clique aqui.
  • 31/8/09 - Anvisa proíbe comércio e importação de cigarro eletrônico - clique aqui.
  • 25/8/09 - AGU acusa o Estado de SP de invadir competência da União ao legislar contra fumo em áreas coletivas - clique aqui.
  • 20/8/09 - Casas noturnas paulistanas confiscam na entrada maços de cigarros dos frequentadores - clique aqui.
  • 20/8/09 - Prefeito de Curitiba/PR sanciona a lei de proibição ao uso de cigarro - clique aqui.
  • 20/8/09 - TST suspende proibição a provadores de cigarro na Souza Cruz - clique aqui.
  • 19/8/09 - Lei antifumo carioca é sancionada - clique aqui.
  • 12/8/09 - Lei antifumo carioca é aprovada na Assembleia Legislativa - clique aqui.
  • 7/8/09 - Portaria aplica penalidades para o servidor não docente, docente ou aluno da USP que descumprir a lei antifumo - clique aqui.
  • 2/7/09 - Presidente do TJ/SP suspende decisão que limitava lei antifumo - clique aqui.
  • 15/5/09 - Advogado comenta lei que proíbe o fumo em locais fechados - clique aqui.
  • 13/5/09 - Ministra Ellen Gracie arquiva ação da Abrasel contra Lei Antifumo - clique aqui.
  • 8/5/09 - Publicada lei antifumo do Estado de SP - clique aqui.
  • 8/5/09 - ALESP aprova proibição ao fumo em ambientes fechados - clique aqui.
  • 7/5/09 - Governador José Serra sanciona lei antifumo - clique aqui.

_________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 7/5/2010 18:20