domingo, 25 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Ex-delegado geral de Polícia de SP responde a denúncia oferecida pelo MP

Conforme determinado pelo juiz Klaus Marouelli Arroyo, da 23ª vara Criminal Central de São Paulo, o ex-delegado geral de Polícia de SP Maurício José Lemos Freire apresentou resposta à denúncia oferecida pelo MP em processo em que é acusado de praticar atos criminosos num concurso para perito, em 2005.

terça-feira, 3 de agosto de 2010


Resposta

 Ex-delegado geral de Polícia de SP responde a denúncia oferecida pelo MP

Conforme determinado pelo juiz Klaus Marouelli Arroyo, da 23ª vara Criminal Central de São Paulo, o ex-delegado geral de Polícia de SP Maurício José Lemos Freire apresentou resposta à denúncia oferecida pelo MP em processo em que é acusado de praticar atos criminosos num concurso para perito, em 2005.

Na ocasião, Lemos era diretor da Academia de Polícia Civil e presidente de sua congregação.

A suposta irregularidade sopitou até fins de 2009, sendo que neste período Maurício chegou ao topo da carreira, sendo nomeado, em 2007, delegado geral.

No final do ano passado, segundo seu advogado, Maurício "caiu numa cilada". Na resposta à denúncia, Ronaldo Bretas Marzagão - da Advocacia Rocha Barros Sandoval & Costa, Ronaldo Marzagão e Abrahão Issa Neto Advogados Associados - explica que Maurício foi convidado pela corregedoria para uma mera conversa.

Na realidade, o convite era para que fosse interrogado de surpresa no inquérito policial que apurava os fatos ocorridos cinco anos atrás. De acordo com Marzagão, em nenhum momento foi esclarecido que ele era investigado e que poderia contar com a assistência de um advogado.

  • Clique aqui e confira a resposta na íntegra, acrescida de uma verdadeira aula de princípios jurídicos.

_____________

_____________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 2/8/2010 15:32