quinta-feira, 22 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Fórum Econômico Brasil-França

O escritório Barretto Ferreira, Kujawski, Brancher e Gonçalves

quarta-feira, 13 de abril de 2005

 

Fórum Econômico Brasil-França

 

O escritório Barretto Ferreira, Kujawski, Brancher e Gonçalves - Sociedade de Advogados  é um dos patrocinadores do evento que acontece em Paris, como parte das comemorações do Ano do Brasil na França

 

Não são apenas a nossa música, literatura, dança e folclore que recheiam o Ano do Brasil na França. Na próxima quinta-feira (14 de abril), um grupo de empresários e representantes do governo federal participará, em Paris, do Fórum Econômico Brasil-França, juntamente com empresários e representantes do governo francês. Na pauta do encontro, os temas principais serão a realidade econômica do Brasil e o ambiente de negócios no País sob a perspectiva do investidor estrangeiro no País.

 

O escritório de advocacia brasileiro BKBG (Barretto Ferreira, Kujawski, Brancher e Gonçalves - Sociedade de Advogados) é um dos patrocinadores do evento, que contará com a presença do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan. O advogado Eduardo Damião Gonçalves, sócio da BKBG, estará no fórum onde participa de sessões de esclarecimento sobre diversos aspectos relacionados a investimentos estrangeiros no Brasil.

 

Além de Furlan, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Guido Mantega e o presidente da Agência de Promoção de Exportações do Brasil (Apex), Juan Manuel Quiros também participam das palestras.

 

O Fórum terá início às 8h30 no Palais des Congrès, Porte Maillot, em Paris.

 

Veja a programação completa do evento:

 

 

14 de abril de 2005

 

 8h30 - 8h40 Palavras de Boas vindas

 

Benjamin COHEN, Presidente do Comitê Brasil MEDEF International

 

Pierre SIMON, Presidente da CCIP

 

 

 8h40 - 10h45 Painel 1 - A realidade econômica brasileira

 

Palestrantes

 

Luiz Fernando FURLAN, Ministro de Estado - Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

 

Luiz Awazo PEREIRA DA SILVA , Secretário Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda

 

Juan Manuel QUIROS, Presidente da Apex - Agência de Promoção de Exportações do Brasil

 

Moderador

 

Alfredo Valadão, Professor no Instituto de Estudos Políticos de Paris

 

Depoimentos de empresas brasileiras e francesas

 

ACCOR - Firmin ANTONIO, Presidente Accor Brasil

 

ARCELOR

 

CVRD - Eduardo BEAUCLAIR, Diretor do Departamento de Planejamento Estratégico

 

EMBRAER - Luiz FUCKS, Vice-Presidente

 

SAINT-GOBAIN - Jean-Pierre FLORIS, Delegado Geral do Grupo para o Brasil e a Argentina

 

Perguntas e respostas

 

Temas:

 

- Panorama macro-econômico

- Recursos e atrativos brasileiros

- Pólos de excelência e performance na exportação

- Receptividade aos investimentos estrangeiros

- Internacionalização do País

- O mercado regional

 

 

 10h45 - 11h Café

 

 

 11h - 12h50 Painel 2 - O ambiente de Negócios: Desafios e Perspectivas

 

Guido MANTEGA, Presidente do BNDES

 

Ingo PLOGER, Diretor de investimentos da APEX

 

Moderadores

 

CCFB / CCE Brasil

 

Depoimentos de empresas francesas e brasileiras

 

ALSTOM - José Luiz ALQUÉRES, Diretor Presidente

 

BANCO DO BRASIL - Osanam LIMA BARROS, Gerente Regional da Europa

 

CNP - Xavier LARNAUDIE-EIFFEL, Diretor

 

NATURA

 

ODEBRECHT - Rogerio IBRAIM, Diretor Investimentos

 

PME francesa

 

SUEZ BRASIL - Mauricio Stolle BÄHR, Delegado Geral Brasil

 

Perguntas e Respostas

 

Temas:

 

- A busca do crescimento sustentável

- Infra-estrutura: quadro legal, regulamento, os projetos de PPP e integração regional;

- Oportunidades de investimento, alternativas de financiamento

 

 

 12h50 Encerramento realizado por personalidade da CNI

 

Obs.: Algumas das intervenções acima estão sujeitas à confirmação

 

 

 13h - 14h30 Almoço com a presença de uma autoridade francesa da área econômica

 

 

 15h - 18h Encontros individuais pré-programados com representantes das empresas patrocinadoras, dentre as quais, empresas francesas atuantes no Brasil, agências governamentais, entidades de classe e escritórios de advocacia, dentre os quais Barretto Ferreira, Kujawski, Brancher e Gonçalves Sociedade de Advogados.

 

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 13/4/2005 10:14