sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

AASP pede providências quanto aos abusos contra escrivã

Por decisão unânime do seu Conselho Diretor, a AASP - Associação dos Advogados de São Paulo encaminhou, na sexta-feira, 25/2, ofício ao secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo e ao procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo consignando sua indignação e requerendo, formalmente, "a imediata adoção de providências em razão dos fatos, recentemente divulgados pela imprensa, relativos aos abusos cometidos por policiais durante diligência planejada para prender em flagrante uma escrivã de polícia, pela suposta prática do crime de concussão".

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Indignação

AASP pede providências quanto aos abusos contra escrivã

Por decisão unânime do seu Conselho Diretor, a AASP - Associação dos Advogados de São Paulo encaminhou, na sexta-feira, 25/2, ofício ao secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo e ao procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo consignando sua indignação e requerendo, formalmente, "a imediata adoção de providências em razão dos fatos, recentemente divulgados pela imprensa, relativos aos abusos cometidos por policiais durante diligência planejada para prender em flagrante uma escrivã de polícia, pela suposta prática do crime de concussão".

A AASP afirma no documento encaminhado às autoridades: "Com efeito, como revela cabalmente vídeo atualmente disponível na Internet, comitiva de policiais lotados na Corregedoria da Polícia Civil, em evidente desrespeito aos mais elementares direitos constitucionais de todo cidadão e ao disposto na lei processual penal, após algemarem a investigada, com as mãos para trás, de modo a impedir qualquer resistência, a levaram ao chão e, indiferentes aos seus gritos e protestos, arrancaram-lhe, à força, a calça e a calcinha, expondo-a em toda a sua intimidade, não apenas diante dos presentes, como também por meio de registro audiovisual".

Para a Associação, trata-se de "episódio indigno, brutal, vergonhoso, abjeto, merecedor de punição exemplar e configurador, ao menos, da prática dos crimes de abuso, em tese, de autoridade e constrangimento ilegal".

___________

___________
_______


Leia mais

  • 28/2/11 - IDDD publica nota de repúdio sobre o caso de abuso contra escrivã em vídeo divulgado na internet - clique aqui.

___________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 28/2/2011 08:29

LEIA MAIS