terça-feira, 2 de março de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Relatório global do Instituto Vanson Bournee McAfee trata das Economias Clandestinas

Foi concluído um estudo de abrangência mundial que analisa a economia digital secreta (Cyber Underground Economy), a fim de contribuir com a abordagem dialética e discussão sobre cibercrime. O estudo, intitulado Underground Economies, será suporte para a pesquisa global do Instituto Vanson Bourne, dos Estados Unidos e McAfee.

quinta-feira, 31 de março de 2011


Cibercrime

Relatório global do Instituto Vanson Bournee McAfee trata das Economias Clandestinas

Foi concluído um estudo de abrangência mundial que analisa a economia digital secreta (Cyber Underground Economy), a fim de contribuir com a abordagem dialética e discussão sobre cibercrime. O estudo, intitulado Underground Economies, servirá de suporte para a pesquisa global do Instituto Vanson Bourne, dos Estados Unidos e McAfee.

O advogado Coriolano Aurélio de Almeida Camargo Santos, do escritório Almeida Camargo Advogados, participou do renomado trabalho. Confira outros pesquisadores da OAB/SP que contribuíram para o estudo:

  • Erasmo Ribeiro Guimarães Junior

  • Marco Aurélio Florêncio Filho

Segundo o estudo, o capital intelectual e os dados corporativos são a mais nova moeda do cibercrime. Nesta seara, as soluções de proteção de dados tornaram-se mais sensíveis e críticas do que no passado, pois as ameaças são provenientes de dentro e fora da empresa.

O relatório foi divulgado à imprensa mundial nos últimos dia 28 e 29. Até este momento o referido estudo permaneceu em absoluto sigilo para garantir a inviolabilidade das informações e a independência dos pesquisadores.

Conforme foi informado ao longo do estudo por Simon Hunt, vice-presidente e CTO de Endpoint Security da McAfee, "hoje, com a economia mundial recuperando-se, as empresas ao redor do mundo estão tendo uma nova visão a respeito de seu capital intelectual, e quanto prejuízo existe devido à perda de dados e ataques cibernéticos. O capital intelectual abrange todo o valor que uma empresa deriva de sua propriedade intelectual, inclusive segredos comerciais, planos de marketing, pesquisas e desenvolvimento e de código fonte".

O relatório da McAfee avaliará o estado global da segurança corporativa, sobre a qual se observa certo despreparo quanto à proteção contra a sofisticação dos ataques gerados pela economia digital secreta do cibercrime. Estariam as empresas com políticas adequadas e com abordagens voltadas para esse cenário?

Para o relatório Underground Economies, "a McAfee está consultando especialistas de diversos países (representantes de agências governamentais locais, de forças-tarefas contra o cibercrime e especialistas que tratam de propriedade intelectual) sobre a forma como o capital intelectual e os dados corporativos tornaram-se a nova moeda de cibercrime".

Clique aqui e confira o estudo Underground Economies na íntegra, em português.

______________

_______________
__________

Leia mais - Artigos

  • 17/1/08 - Desafios do Direito Penal no mundo globalizado : A aplicação da Lei Penal no espaço - clique aqui.

  • 20/6/07 - Projeto de Lei de Cibercrimes precisa de mais transparência - clique aqui.

  • 31/10/06 - Cibercrime ameaça empresas públicas e privadas - clique aqui.

_______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 31/3/2011 08:31

LEIA MAIS