domingo, 24 de janeiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Publicação em andamento processual dá "aula" de numerologia

Uma publicação no acompanhamento processual eletrônico de um recurso, no TJ/MG, traz um texto curioso sobre a numerologia dos nomes e reflexivo sobre como as pessoas devem enxergar o mundo.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

"O Astro"

Publicação em andamento processual dá "aula" de numerologia

Uma publicação no acompanhamento processual eletrônico de um recurso, no TJ/MG, traz um texto curioso sobre a numerologia dos nomes e reflexivo sobre como as pessoas devem enxergar o mundo.

Confira:

"Insuficiências são características que precisamos ressaltar em nossa personalidade ou em nossa maneira de agir. Muitas vezes, lidamos com situações que nos deixam sem chão, sem ação e até mesmo sem atitudes. Por isso, é importante que desafiemos continuamente os paradigmas a respeito de nós mesmos, do mundo em torno de nós, de nossas organizações e das outras pessoas. E nossos paradigmas nem sempre são corretos.

Li em algum lugar que não vemos o mundo como ele é, mas como nós somos. O mundo parece muito diferente dependendo de nossa perspectiva. Ele parece diferente se sou rico ou pobre, doente ou saudável, jovem ou velho, culto ou não, se sei ou não como lidar com minhas próprias características, e se tenho habilidades suficientes para transformá-las.

Antes de qualquer coisa preciso conhecer minhas qualidades, saber quais preciso ressaltar, as que preciso transformar, e quais refrear. As letras que compõem nosso nome completo podem nos mostrar nossas insuficiências - qualidades que precisam ser ressaltadas - e nossos excessos - as que devem ser refreadas. Para cada letra existe um valor numérico correspondente. Pela tabela alfa-numérica, trocamos cada letra por seu respectivo valor, e conferimos a quantidade de cada número.

Os números que aparecem em quantidade menor que três (1 ou 2) - não considerar o zero - são caracterizados como insuficientes e, assim sendo, mostram as características que precisamos ressaltar.

Como exemplo, podemos usar o nome fictício Ana Maria Costa. Tabela alfa-numérica: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z - Substituindo cada letra de ANA MARIA COSTA pelo seu respectivo valor, temos: 1 5 1 4 1991 36121 Encontramos, então: 1 - 6 6 - 1 2 - 1 7 - 0 3 - 1 8 - 0 4 - 1 9 - 2 5 - 1 Ana Maria Costa apresenta insuficiência nos números 2, 3, 4, 5, 6 e 9.

Como lhe aconselharíamos a lidar com essas insuficiências?

Insuficiência em 1: Falta confiança em si mesmo; precisa ser o primeiro a acreditar em suas idéias. Deve trabalhar a autoconfiança, a auto-estima, a coragem e a força de vontade.

Insuficiência em 2: Precisa desenvolver um trabalho cooperativo. Deve exercitar a diplomacia, a flexibilidade, a amabilidade e as atividades em grupo.

Insuficiência em 3: Pessoa introvertida, a quem falta otimismo e perspicácia. Deve buscar um curso de oratória ou atividades em grupo que lhe exijam comunicação. Precisa desenvolver suas capacidades verbais e não ter vergonha de demonstrar seus sentimentos.

Insuficiência em 4:

Deve tornar-se organizado, prático, metódico e reconhecer o valor das tarefas pequenas e rotineiras. Insuficiência em 5: Não gosta de imprevistos nem de multidões. Deve tornar-se mais maleável, versátil e adaptável. Precisa aprender a ver nos imprevistos oportunidades para o seu crescimento pessoal.

Insuficiência em 6: É um perfeccionista, que vive procurando uma perfeição utópica, principalmente nos relacionamentos mais íntimos. Precisa aprender a aceitar as pessoas como são, e não ficar tentando modificá-las segundo seus próprios conceitos. É preciso também aceitar as responsabilidades.

Insuficiência em 7: Deve desenvolver uma prática religiosa ou filosófica que lhe conduza ao autoconhecimento.

Insuficiência em 8:
Mostra falta de equilíbrio financeiro. Precisa aprender a gerir seus próprios negócios.

Insuficiência em 9: Deve desenvolver a caridade, a doação, a compreensão e a amabilidade.

É importante dedicar um pouco do seu tempo ou de sua renda a alguma atividade filantrópica. Poderíamos dizer então, a Ana Maria Costa, que desenvolvesse alguma atividade de grupo (2) que tivesse fins filantrópicos (9). Ela deveria assumir uma função (6) que lhe exigisse organização e rotina (4). Com uma atividade desta natureza precisaria estar sempre expressando suas idéias (3) e treinaria a maleabilidade (5) ao trabalhar em grupo.

P/ APRESENTAÇÃO DE CONTRARRAZÕES"

________

  • Clique na imagem para ampliar

__________
______

Leia mais - Notícias

  • 16/6/11 - Despacho da comarca de Campos dos Goytacazes/RJ afirma "coitada da parte!" - clique aqui.

  • 14/4/11 - Despacho curioso em processo na Justiça paulista tem mensagem de feliz aniversário - clique aqui.

  • 15/6/11 - Juiz, ao proferir sentença, diz que silêncio do réu no auto de flagrante denunciava culpa - clique aqui.

  • 15/4/11 - Juiz dá bronca em homem que pretendia indenização por ser impedido de entrar em agência bancária - clique aqui.

  • 3/12/10 - Advogado réu indica óleo de peroba à penhora - clique aqui.

  • 18/11/10 - Juiz chama a atenção de servidores do cartório pela demora de juntar documentos aos autos - clique aqui.

  • 19/3/10 - Juiz chama a atenção de serventuário em despacho - clique aqui.

  • 19/3/10 - Em decisão, juiz dá uma verdadeira aula de informática - clique aqui.

__________


Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 28/10/2011 08:35