quinta-feira, 26 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Isenção

Em SP, convênio isenta de taxas bancárias advogados da assistência judiciária

Advogados não terão que pagar tarifas bancárias de manutenção da conta obrigatória para receber honorários.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

A OAB/SP e o BB firmaram um convênio que insenta os advogados inscritos no Convênio de Assistência Judiciária - que a seccional paulista mantém com a Defensoria Pública do Estado do Estado - das tarifas bancárias para manter conta corrente obrigatória para receber seus honorários. Atualmente, são quase 50 mil causídicos inscritos na assistência.

A gratuidade dos serviços que o convênio da OAB/SP e BB estabelece está dentro de alguns "serviços essenciais", que inclui: fornecimento de cartão de débito e segunda via (exceto em casos de perda, roubo, danificação e outros motivos não imputáveis ao banco), extrato anual de tarifas, consultas via internet e, por mês: dez folhas de cheques, compensação de cheque, quatro saques, dois extratos de movimentação bancária, duas transferências de recursos entre contas do BB.

"Esta é uma luta vitoriosa, que demandou anos de negociação em busca da isenção dessa taxa bancária onerosa para os colegas, uma vez que eram obrigados a abrir conta corrente no BB para receber as certidões e ainda tinham de pagar os custos administrativos à instituição bancária", ressalta o presidente da OAB/SP, Luiz Flávio Borges D'Urso.

Outra opção que os advogados correntistas terão, fora do convênio, é pacote é o "Bompratodos", que tem valores e serviços na tabela de tarifas, mas com taxas de juros reduzidas das principais linhas de crédito.

__________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/5/2012 08:44